Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
RELIGIÃO

Igreja católica lança Campanha da Fraternidade

Campanha ecumênica deste ano objetiva convocar a sociedade a superar todas as formas de preconceito através do diálogo

domingo, 21/02/2021, 07:36 - Atualizado em 21/02/2021, 07:36 - Autor: Cintia Magno


A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa
A cerimônia foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa | Mauro Ângelo

Convocando a superar todas as formas de preconceito, uma cerimônia marcou a abertura da 5ª Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 (CFE2021), em Belém, na manhã de sábado (20). Neste ano, a campanha tem como tema ‘Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor’ e o lema ‘Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade’. Diante da necessidade de manutenção das medidas de prevenção contra a Covid-19, a celebração ecumênica foi realizada na Cúria Metropolitana de Belém, sem a presença do público, sendo transmitida pela televisão e pelas redes sociais.

Presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, a cerimônia também contou com a participação do Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, e representantes das demais Igrejas Cristãs que assinam a campanha deste ano, como a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB). Durante a celebração, Dom Alberto Taveira pontuou que “a Campanha da Fraternidade Ecumênica motiva a quebrar os muros que nos separam e construir redes que nos unam”.

Mantendo o foco da busca pela união, o bispo auxiliar da arquidiocese de Belém, Dom Antônio de Assis Ribeiro, reforçou a importância do diálogo. “A grande mensagem é que nós devemos aprofundar o que é profundamente humano. O diálogo é aquilo que caracteriza a comunicação humana, é um valor ético universal. Sem diálogo não há comunicação”, considera. “Aquele que tem fé acredita em Jesus Cristo, o comunicador por excelência, que acolhia a todas as pessoas. Jesus dialogava com todos e isso já pressupõe a fé. Se nós somos discípulos de Jesus Cristo, que dizemos que temos fé e somos seus seguidores, então devemos aprender a dialogar”.

Campanha

Marcada por uma série de atividades de evangelização realizadas no período da Quaresma para incentivar gestos concretos e propostas de conversão e renovação, a Campanha da Fraternidade surgiu em 1961 na Arquidiocese de Natal. Já em 1964 a campanha foi incorporada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Já no ano 2000 foi realizada a primeira Campanha da Fraternidade Ecumênica, que desde então vem sendo realizada, em média, a cada cinco anos, em conjunto com diferentes manifestações católicas.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE ECUMÊNICA 2021

Objetivo Geral 

- Através do diálogo amoroso e do testemunho da unidade na diversidade, inspirados e inspiradas no amor de Cristo, convidar comunidades de fé e pessoas de boa vontade para pensar, avaliar e identificar caminhos para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual.

Objetivos específicos

- Denunciar as violências contra pessoas, povos e a Criação, em especial, as que usam o nome de Jesus;

- Encorajar a justiça para a restauração da dignidade das pessoas, para a superação de conflitos e para alcançar a reconciliação social;

- Animar o engajamento em ações concretas de amor à pessoa próxima;

- Promover a conversão para a cultura do amor em lugar da cultura do ódio;

- Fortalecer e celebrar a convivência ecumênica e inter-religiosa.

Fonte: Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS