Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

CRONOGRAMA

Vacinação de idosos acima de 85 anos segue até amanhã em Belém

Ontem, foi mais um dia de movimentação tranquila em todos os postos. Cerca de 12 mil pessoas nessa faixa etária devem se vacinar na capital. Para quem se vacinou, a ansiedade começa a dar lugar ao alívio

sábado, 06/02/2021, 08:21 - Atualizado em 06/02/2021, 08:34 - Autor: Pryscila Soares


Movimento tranquilo em mais um dia de vacinação
Movimento tranquilo em mais um dia de vacinação | Irene Almeida

A emoção tomou conta de Joaquim Barbosa, 91 anos, morador do bairro do Telégrafo, em Belém, após receber, na manhã de ontem (5), a primeira dose da imunização contra a Covid-19, no posto instalado no Colégio do Carmo. O idoso contou que estava em isolamento em sua residência desde o início da pandemia, no ano passado, e aguardava pela chegada da vacina. “Minhas filhas não me deixavam sair. E hoje saí para tomar a vacina. Sempre falava com Deus que um dia ia chegar uma vacina que ia acabar com essa pandemia. Não tenho palavras pra agradecer esse dia, essa hora, é nosso Jesus maravilhoso”, declarou.

A campanha de vacinação começou em Belém e nos distritos de Icoaraci, Outeiro e Mosqueiro na última quarta-feira (03) e segue até amanhã (07), com a meta de vacinar 12 mil pessoas com idade a partir de 85 anos. No primeiro dia foram imunizadas 3.976 pessoas e no segundo dia foram mais 3.332 idosos. Para receber a vacina, as pessoas precisam apresentar documentos como RG, CPF e comprovante de residência.

A ação está sendo realizada em 13 postos de vacinação ao longo deste período, a partir das 9h até 18h. Na manhã de ontem, o movimento em quatro postos instalados na capital foi tranquilo, sem longas esperas, a exemplo da Universidade Federal do Pará (UFPA), onde, por volta das 10h30, não se via movimentação no posto fixo e poucos carros passavam pelo local. Na Aldeia Cabana, bairro da Pedreira, a vacinação iniciou um pouco antes do horário agendado, com o intuito de atender os idosos que chegaram cedo ao local.

Anvisa recebe pedido de estudo clínico da fase 3 da vacina Covaxin no Brasil

Entre os que optaram pelo drive-thru estava Nelsonita Almeida, 98 anos, moradora do Marco. “Foi ótimo. Estava esperando por esse momento, que é muito importante para nós”, afirmou. Raimundo Alves da Silva, 87 anos, morador da Pedreira, não precisou esperar muito para receber o imunizante naquele posto. “Vim hoje porque está mais tranquilo. Já estou esperando a segunda dose. Graças a Deus não tive covid”, disse.

 

Raimundo Silva conseguiu a imunização logo
Raimundo Silva conseguiu a imunização logo Irene Almeida
 

No posto fixo do Colégio do Carmo, havia uma pequena fila, mas os idosos estavam sendo atendidos com celeridade. Entre eles estava Raimunda Lopes, 85 anos, que reside na Campina. “Estou bem. Estava esperando para me vacinar, estou tranquila, e graças a Deus já me vacinei”, comentou ela, que foi ao local acompanhada do filho, o autônomo Luís Otávio Furtado, 45 anos. “Chegamos 9h e não demorou. A gente está vendo o que está acontecendo, pessoas perdendo suas vidas, seus parentes. É questão de saúde pública e pela vida, então ficamos ansiosos mesmo. Não tivemos covid, graças a Deus”, garantiu.

IFA que chega amanhã ao país produzirá 2,8 milhões de doses de vacinas

Marco 

O movimento também era considerado tranquilo no posto do Cassazum, situado na Avenida Duque de Caxias, no Marco. Antônia Almeida, 89 anos, que mora no Reduto, estava animada por ter sido imunizada. “Tive covid, muito fraca, como uma gripe. Mas depois vieram as sequelas, minha perna inchou, por problema de circulação, depois passou. Agora estou me sentindo feliz, tanta gente me incentivou”, disse.

Já a moradora da Pratinha II, Maria Benvinda Gemaque, 94 anos, foi trazida pelo filho, o supervisor de processo Jocenildo Gemaque, 53 anos, para receber a vacina pelo drive-thru naquele ponto de vacinação. Ele contou que a mãe chegou a ter sintomas suspeitos de Covid-19 no ano passado. Com um quadro leve, ela se recuperou em casa. “Ainda vou festejar meus 100 anos. Estava esperando e pedia que esse dia chegasse, confiante em Deus”, celebrou.

Pontos de vacinação 

Universidade Federal do Pará (UFPA - Campus Guamá) - Rua Augusto Corrêa, 01. Guamá; (Drive-Thru)

Universidade do Estado do Pará (UEPA - Escola de Enfermagem Magalhães Barata) - Av. José Bonifácio, 1289. Guamá; ((Drive-Thru)

UNIFAMAZ - Av. Visc. de Souza Franco, 72. Reduto; (Drive-Thru)

FIBRA - Av. Gentil Bitencourt, 1144. Nazaré; (Drive Thru)

Aldeia Amazônica - Av. Pedro Miranda,. Pedreira; (Drive Thru)

Mangueirinho - Av. Augusto Montenegro, 524. Castanheira; (Drive Thru)

Outeiro: FUNBOSQUE - Av. Nossa Sra. da Conceição. Outeiro;

Mosqueiro: Maracajá - Tv. Siqueira Mendes, 1132.

Mosqueiro: Carananduba - Praça Carananduba, S/N.

Colégio do Carmo - Tv. Dom Bôsco, 72. Cidade Velha;

Escola Rotary - Rua Lauro Malcher, 279. Condor;

Cassazum - Av. Duque de Caxias, 1375. Marco; (Drive-Thru)

Icoaraci: Paróquia de São João e Nossa Senhora das Graças - Praça Pio XII, 148. Icoaraci.


Raimundo Silva conseguiu a imunização logo
Movimento tranquilo em mais um dia de vacinação | Irene Almeida
Movimento tranquilo em mais um dia de vacinação
Movimento tranquilo em mais um dia de vacinação | Irene Almeida

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS