Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
PROTOCOLO

Novena do Perpétuo Socorro segue com restrição

Uma das medidas de prevenção adotadas foi a redução do número de fiéis no interior.

quarta-feira, 03/02/2021, 07:28 - Atualizado em 03/02/2021, 07:28 - Autor: alexandre do nascimento cunha


A Paróquia que antes recebia cerca de 30 mil fiéis às terças-feiras hoje registra menos da metade
A Paróquia que antes recebia cerca de 30 mil fiéis às terças-feiras hoje registra menos da metade | Antônio Melo

As tradicionais novenas da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada na rodovia Arthur Bernardes, no bairro do Telegrafo, em Belém, seguem sendo realizadas com restrições em prevenção aos riscos de contaminação da Covid-19. Por conta disso, as terças-feiras sempre lotadas de fiéis, com engarrafamento no local, nem de longe lembram o período antes da pandemia.

De acordo com a direção da Paróquia, uma das medidas de prevenção adotadas foi a redução do número de fiéis no interior. Das 19 celebrações realizadas nos dias de terça, que registravam cerca de 30 mil pessoas, o número caiu para menos da metade. “Hoje, entre todas as novenas do dia, o número de fiéis caiu para no máximo dez mil, pois reduzimos a capacidade em 50%”, afirmou o padre Léo Brandão, vigário paroquial.

Além da redução da capacidade, a direção da Paróquia determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras, disponibilizou álcool em gel, assim como suspendeu o ritual de aspersão de água benta, confissão e as bençãos individuais. “Fazemos também a desinfecção da Paróquia, entre as novenas. Continuamos dando atenção a essas medidas, pelo bem dos nossos fiéis”, completou o religioso.

Independente das condições impostas pela pandemia, para os fiéis o que importa é agradecer as graças alcançadas. “É agradecer pelo dom da vida e orar por todas as pessoas do mundo, principalmente por aqueles que perderam parentes para essa doença maldita”, disse Thaynara Lopes, 35, frentista.

Mas, a Paróquia reuniu também pessoas em frente ao templo, já que não conseguiram entrar devido à redução. “Vale receber a palavra de fé, dentro ou fora da Paróquia. É um desafio que estamos vivendo, e precisamos de muita fé para aguentar esse período que estamos vivendo, que para mim é um momento de teste da nossa confiança em Deus”, destacou Raimundo Sandoval, 55, devoto.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS