Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
RESTRIÇÕES

Autoridades alertam população para aumento de casos de Covid-19 no Pará

De acordo com dados da Sespa, a média de novos casos no mês de janeiro deste ano é de 350 casos/dia

terça-feira, 26/01/2021, 18:19 - Atualizado em 26/01/2021, 18:24 - Autor: Diário Online


Imagem ilustrativa da notícia Autoridades alertam população para aumento de casos de Covid-19 no Pará
| Marco Santos/Ag. Pará

Hospitais públicos e particulares do Pará estão registrando aumento de paciente buscando atendimento por infecção do novo coronavírus (Covid-19), nos últimos dias. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a média de novos casos no mês de janeiro deste ano é de 350 casos/dia, deixando em alerta as autoridades locais. Já o número de óbitos são de 8 ao dia.  

Em abril e maio de 2020, o Pará registou o pico da doença com uma média de 800 novos casos de Covid-19 por dia. Nesse mesmo período, foram registrados cerca de 80 óbitos por dia. Ao todo, já são 323.290 casos e 7.552 óbitos no Pará desde o início da pandemia.  

Médica do Hospital de Campanha do Hangar tira dúvidas sobre a vacina contra a Covid

Helder Barbalho explica sobre medidas para conter avanço da Covid no Oeste do Pará

Para evitar novamente esse cenário e um colapso na saúde pública, além de garantir a segurança dos paraenses, o Governo do Pará está tomando medidas preventivas, como a proibição em todo o Estado, independente do bandeiramento da região, da abertura de bares, boates, casas de shows e estabelecimentos afins, bem como a realização de shows e festas abertas ao público. As novas determinações estão disposta no Decreto Estadual 800/2020, publicado com alterações no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 21 de janeiro. Porém, o chefe do Executivo, Helder Barbalho, pediu aos gestores municipais que também decretem medidas mais restritivas em seus municípios, para que a situação não saia de controle.

Porém, mesmo com as medidas adotadas pelo Governo e pelas Prefeituras, é importante que a população continue mantendo os cuidados, como o uso de máscaras, lavar as mãos, manter distanciamento, entre outros.

Antes disso, a região do Baixo Amazonas já tinha saído da bandeira laranja para a vermelha, desde o dia 16 de janeiro. O bandeiramento leva em consideração a capacidade hospitalar controlada e a evolução em fase decrescente de contaminação pela Covid-19 na regiões do Estado.

Prefeitura de Marituba proíbe funcionamento de bares, boates, casas de shows e escolas

OCUPAÇÃO DE LEITOS

De acordo com dados da Sespa, divulgados na noite de terça-feira (26), os leitos de gestão do Governo do Pará estão com UTI Neonatal 100% ocupados, já UTI Adulto está com 74,03% de taxa de ocupação, e leitos Clínicos Pediátrica com 86,67% de ocupação. Já os leitos clínicos e UTI Pediátrica estão com ocupação de 48,48% e 47,37%, respectivamente.

O órgão detalha, ainda, que o Hospital de Campanha de Belém está atendendo nesta terça-feira (26) 107 pacientes, sendo 48 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No total, 3.626 pacientes já foram atendidos, dos quais 246 foram transferidos, 2.500 receberam alta e 785 foram a óbito.

VACINA

No último dia 18 de janeiro de 2021, chegou a primeira remessa da vacina contra Covid-19 na capital paraense. O planejamento logístico construído entre a Secretaria de Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) e a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) garantiu que, em 12 horas, as vacinas chegassem a todos os 13 Centros Regionais de Saúde espalhados por todas as regiões do Pará e em menos de 24 horas os imunizantes foram entregues aos 144 municípios paraenses, seja nas regiões mais próximas, como o nordeste do Estado, seja nos locais mais distantes, como Calha Norte e o Marajó.

HOSPITAL

Nesta terça-feira (26), o Governo do Pará anunciou que irá abrir, em parceria com a Prefeitura, um novo Hospital de Campanha em Santarém. A nova estrutura está em fase de montagem e vai ocupar parte da Escola Estadual Maria Uchoa Martins, localizada no bairro Floresta, a 800 metros do Hospital Regional do Baixo Amazonas.

Governo entrega 180 cilindros de oxigênio ao Baixo Amazonas e anuncia Hospital de Campanha

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS