Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
TRAGÉDIA

Paraense sobrevivente do acidente na BR-376 relata momentos de horror em meio a mortos e feridos

A jovem é mãe de três filhos é natural de Curuçá, município paraense, ela havia recebido uma proposta de emprego em Florianópolis

segunda-feira, 25/01/2021, 17:57 - Atualizado em 25/01/2021, 18:27 - Autor: DOL


Patrícia Macedo dos Santos, de 34 anos, está traumatizada após a tragédia
Patrícia Macedo dos Santos, de 34 anos, está traumatizada após a tragédia | Reprodução

A sobrevivente paraense do acidente na BR-376 identificada como Patrícia Macedo dos Santos, de 34 anos, está traumatizada após a tragédia que deixou 19 pessoas mortas e 33 feridas em um acidente registrado na manhã desta  segunda-feira (25), na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná. 

Em entrevista para a RBATV, o irmão da vítima, Marcelo Macedo disse que ficou sabendo do acidente pela imprensa e começou buscas incessantes por informações a respeito da irmã. Durante a tarde, ele foi informado de que Patrícia está bem de saúde, apesar do choque, e encontra-se em um abrigo recebendo atendimento.

VEJA TAMBÉM!


Patrícia contou ao irmão, que antes do acidente ela estava sentada e na curva da rodovia o ônibus perdeu o controle, caiu e tudo foi destruído. E que minutos após o acidente, ela se levantou do chão e pediu ajuda para outro passageiro que estava ao seu lado e, nesse instante, viu várias pessoas mortas. Fora do ônibus ela diz que tomou a real dimensão da tragédia.

Ainda segundo o familiar, Patrícia apresenta escoriações nos braços, pernas e barriga. A jovem é mãe de três filhos  e é natural de Curuçá, Nordeste paraense. O irmão conta emocionado, que ela havia recebido uma proposta de emprego em Florianópolis e para conseguir a vaga, emprestou R$400 reais de uma tia para comprar a passagem no ônibus. Ele diz ainda que não sabe se a irmã vai seguir destino para Florianópolis ou se voltará ao Pará.  

Veja o vídeo momentos antes do acidente:


 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS