Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

PANDEMIA

Anúncio de festa 'do bagulho doido' em Belém é alvo de críticas

A festa, denominada de 'Caldeirão do Croco Sunset', foi duramente criticado nas redes sociais.

quarta-feira, 13/01/2021, 11:17 - Atualizado em 13/01/2021, 11:17 - Autor: Diário Online


Organizadores anunciam festa com entrada livre de mulheres e bebida alcoólica a apenas R$ 1.
Organizadores anunciam festa com entrada livre de mulheres e bebida alcoólica a apenas R$ 1. | Reprodução

'Tá com saudade do bagulho doido?'. É assim que inicia o anúncio de uma festa, prevista para ser realizada neste sábado (16), em uma casa de shows no bairro da Cidade Velha, em Belém. 

O evento anuncia ainda, a entrada livre de mulheres até um determinado horário e a venda de bebida alcóolica por apenas R$ 1. Dentre as atrações principais do evento estão Viviane Batidão e MC Loro.

A festa, denominada de 'Caldeirão do Croco Sunset', foi duramente criticado nas redes sociais.

AINDA!

Festa com adolescentes seminuas é denunciada na Grande Belém e organizador é identificado 

Promotor é preso pela Polícia Civil durante 'festa do boq**te'

CRÍTICAS

"Desculpem os organizadores desta festa, eu sou paraense, gosto das aparelhagens, mas  pandemia continua, gente! Foi descoberto em Manaus uma nova variante da Covid. Gente, cuidado! Nós precisamos de dinheiro, mas de que adianta dinheiro sem saúde, pelo amor de Deus. É minha opinião vamos cuidar da gente primeiro", opinou Amilton Moraes.

"A saudade das festas é muita, mas a vontade de viver é maior", disse Danielle Pessoa, na publicação do anúncio. "Depois estão chorando na porta do hospital, morrendo", acrescentou Anderson Ferreira. "E a Covid-19, já acabou?", questionou Renato Ramos.

"Mil desculpas aos artistas, dos quais eu sou fã e a toda organização da festa, mas tudo isso é uma falta de bom censo do contratando e uma falta de respeito das pessoas que forem para esse evento. A saúde está em colapso, todos nós, profissionais da saúde, já estamos esgotados. Não vamos relaxar nas medidas protetivas, a vacina está na porta. Vamos segurar um pouco mais os ânimos, infelizmente, não dá para brincar. Nos respeito como profissionais da saúde, que estamos na linha de frente do combate a pandemia", pediu Ely Ely Witenner Soares.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS