Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SEM PLANEJAMENTO

Moradora denuncia transtornos e barulho de obra altas horas em Belém

A obra fica localizada no bairro do Jurunas, em Belém, e moradores dizem que não conseguem dormir com a "zoada" das máquinas e equipamentos

segunda-feira, 11/01/2021, 14:13 - Atualizado em 11/01/2021, 14:13 - Autor: Diário Online


Segundo ela, quem está ao lado por muitas vezes não consegue dormir
Segundo ela, quem está ao lado por muitas vezes não consegue dormir | Reprodução

"Máquinas velhas, falta de planejamento e logística, uma obra que não anda e que pelo visto ainda vai nos dar muita dor de cabeça". O desabafo é da moradora Vanda Duarte, que usou as redes sociais para denunciar o descaso e a falta de respeito com as pessoas que moram no entorno da construção. 

A obra fica localizada na avenida Roberto Camelier, entre as ruas dos Munducurus e Tamoios, no bairro do Jurunas, em Belém. 

LEIA AINDA!

Família de Ananindeua precisa de R$ 12 milhões para 'remédio mais caro do mundo'

Paraenses pedem apoio a Arthur Lira para aumentar representação na Câmara dos Deputados

Síndica de um condomínio que fica bem próximo a obra, ela denuncia que o incômodo é antigo.

"Quando eu assumi, tinha o problema de uma fumaça muito forte. O meu prédio é antigo, onde moram vários idosos. Na minha casa, a gente se trancava e usava máscara. Fiz reclamações, fui até a obra para falar com a pessoa que se dizia responsável, mas nada foi feito", denuncia ela. 

Veja a reclamação nas redes sociais!

Vanda relembra ainda, que uma das vezes foi acordada, de madrugada, com o barulho das máquinas e de funcionários.

"No início, pensávamos que alguém havia invadido o local e estava roubando algo, mas fomos ver depois que eram funcionários. Uma obra de madrugada, era muito abuso", lamenta ela, acrescentando que chegou a acionar na mesma ocasião, a Divisão Especializada em Meio Ambiente (DEMA), o 190 e o responsável pela obra, que tinha o contato, mas nada foi resolvido. 

Segundo Vanda, após várias tentativas de uma solução amigável com a construtora e sem um acordo, ela acionou a Promotoria de Meio Ambiente do Ministério Público (MP), além de registrar um Boletim de Ocorrência e pretende denunciar junto a Secretaria Municipal de Urbanismo de Belém (Seurb) e ao juizado de pequenas causas.

"Eles têm que ter obra para trabalhar, respeitar a vizinhança. Isso é um absurdo o que eles estão fazendo com a gente. Uma falta de cuidado, de respeito. Cheguei a tentar contato com a Leal Moreira, responsável pela obra, assim como outros vizinhos daqui, mas não obtivemos êxito. O sentimento é de indignação", finaliza ela. 

O DOL solicitou nota à construtora Leal Moreira pedindo um posicionamento em relação as denúncias feitas. Até o momento, a empresa respondeu que a mensagem foi recebida com sucesso e que a equipe de relacionamento retornará em até 72h.” 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS