Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

RELIGIÃO

Fiéis lotam primeira novena do ano de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Centenas de devotos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro participaram ontem da primeira novena realizada em 2021. Por causa da pandemia, muitos acompanharam as missas na área externa da igreja

quarta-feira, 06/01/2021, 08:22 - Atualizado em 06/01/2021, 08:45 - Autor: Suênia Cardoso


No interior da paróquia, cerca de 500 fiéis puderam acompanhar as celebrações
No interior da paróquia, cerca de 500 fiéis puderam acompanhar as celebrações | FERNANDO ARAÚJO

A primeira novena deste ano da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na rodovia Arthur Bernardes, reuniu ontem (5) cerca de 500 fiéis somente no interior da igreja. Ao longo do dia foram 16 celebrações, com início às 5h da manhã e encerramento às 21h, e ainda assim, os devotos que não conseguiram adentrar o santuário mantiveram-se firmes em orações na área externa.

Segundo o padre Ênio Biasi, o fato de ser a primeira celebração do ano e a atual situação pandêmica foram motivos pelos quais esperava um grande número de cristãos. “Existe uma devoção especial porque é um ato de renovação da consagração de Nossa Senhora. É o começo de um ano novo e muitos têm promessas ou algo a pedir. Além disso, a pandemia também se torna um motivo maior”, relatou.

Na entrada da paróquia, oficiais do Corpo de Bombeiros realizavam aferição da temperatura corporal, disponibilizavam álcool a 70% e reforçavam o uso de máscaras aos devotos, porém, a fila extensa mantinha muitos aglomerados. “Temos seguido todas as regras sanitárias, mas no exterior da igreja ainda ocorrem aglomerações porque ainda falta um senso de consciência. Porém, entendo que isso é algo particular de cada um, de manterem-se afastadas. E devido a limitação de espaço físico no santuário, sem podermos liberar a entrada de todos os fiéis, formam-se filas inevitáveis”, explicou o missionário redentorista da paróquia, Frater Genildo Junior.

DEVOÇÃO

No interior do santuário, a aposentada Maria de Nazaré Alcântara, 66 anos, aguardava a cerimônia enquanto orava pela vida do esposo Milton Campos, de 68, internado em novembro em razão de um acidente vascular cerebral. “Já recebi muitas graças de Nossa Senhora e desta vez venho pedir pela saúde dele, que esteve sem andar e sem falar. Já acompanhei nove novenas desde o ano passado”, contou. Maria pediu ainda muitas bênçãos para toda a família e que o mundo fique livre dos males causados pela pandemia.

Do lado de fora da igreja, mas com os olhos direcionados ao altar, a vendedora Meire Oliveira, 34 anos, se emocionou ao acompanhar toda a celebração, mesmo debaixo do sol forte, às 15h. Segundo ela, o compromisso que tem com Nossa Senhora é para a vida toda. “Aos 14 anos eu fui acometida por uma patologia hereditária e fiquei internada no hospital. Fiquei muito fragilizada e minha mãe fez promessa para que Nossa Senhora me tirasse do leito. Desde então comecei a vir e não parei mais. Devo minha vida à Ela”. Todas as terças, Meire se desloca do bairro Sideral para assistir a novena. “Gosto de vir à tarde porque acho a cerimônia mais forte, mais emocionante. Hoje não consegui entrar, mas isso não me impediu de assistir”, declarou.

A máscara com a imagem da santa no rosto da doméstica Olgarina Amanajás, 56 anos, manifestava toda a sua fé e devoção. Por trás das grades, já que também não havia conseguido lugar dentro da igreja, ela chorou em vários momentos da cerimônia, sobretudo por fatos que ocorreram no fim do ano, em família. “No dia 26 de dezembro ganhei um sobrinho, mas em compensação, no dia 29 perdi uma cunhada. De qualquer forma vim agradecer pelo nascimento e pela perda, porque dos planos de Deus somente Ele sabe”.

Devota de Perpétuo Socorro há mais de vinte anos, Olgarina lembrou um momento em que esteve na missa e enquanto as pessoas abriam as garrafas para as bênçãos, o padre comentou que não havia necessidade de abri-las, pois Deus entra em qualquer lugar. “Hoje me comparei àquela garrafa. Se Deus abençoa dentro, do lado de fora também”, frisou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS