Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

ICOARACI

Parte da Praça do Cruzeiro é interditada pela Defesa Civil

Praça que fica na orla de Icoaraci foi entregue por Zenaldo Coutinho no final de 2020, mas moradores dizem que obras ficaram inacabadas

terça-feira, 05/01/2021, 07:42 - Atualizado em 05/01/2021, 07:48 - Autor: Denilson D’Almeida


Defesa Civil do Estado interditou uma parte da praça devido aos riscos de desabamento
Defesa Civil do Estado interditou uma parte da praça devido aos riscos de desabamento | Wagner Santana

Devido aos riscos de desabamento, a Defesa Civil do Estado interditou uma parte da Praça do Cruzeiro, na orla de Icoaraci, em Belém. O anfiteatro está em condições precárias e uma cratera está aberta no calçadão, no trecho que compreende as barracas de água de coco.

Mesmo assim, o ex-prefeito de Belém Zenaldo Coutinho (PSDB) esteve na orla, no último dia 28, para entregar a praça supostamente revitalizada. Porém, ontem, uma semana depois, trecho do principal ponto turístico de Icoaraci precisou ser bloqueado para evitar acidentes. O projeto de reforma da orla está orçado em quase R$ 1,2 milhão.

Para o vendedor de coco Cristiano Campos, 25, a ida do ex-prefeito foi apenas para espetacularizar a saída dele da gestão municipal. “Ele começou com as obras de manutenção e reforma, não terminou e veio aqui inaugurar não sei o que”. Cristiano aponta ainda para a situação do calçamento onde ficam as barraquinhas de água de coco, cujo piso apresenta falhas. “Isso sem falar na cratera lá embaixo (no calçadão) que vocês já devem ter visto. Essa situação espanta os visitantes. Quem vem passear aqui?”, questionou o trabalhador que depende do público que frequenta a orla para conseguir vender a água de coco.

Na Praça do Cruzeiro, onde o ex-prefeito esteve, a placa indica que as obras foram entregues em dezembro do ano passado. Alguns bancos e gradil foram pintados, mas o piso apresenta irregularidades. O revestimento do paredão que vai da praça até o calçadão já começou a cair.

“Desde que foi inaugurada a orla, a única manutenção que é feita é na iluminação e isso porque os donos dos restaurantes fazem pressão, do contrário teriam muitas luminárias de postes apagadas”, disse o vendedor ambulante Ednilson Rodrigues, 45. Vestido de palhaço, ele anda pela orla para vender brinquedos e bolas artesanais.

“Quando vieram entregar a praça semana passada estranhei porque estavam entregando uma obra inacabada. Nem o mato do paredão eles retiraram”, ressaltou. “Foi uma estratégia política para fazer uma boa imagem dele, mas não adianta, ele não fez nada pela orla”, disse, sobre a entrega da Praça do Cruzeiro.

PREFEITURA

A prefeitura de Belém informou que já tinha tomado conhecimento sobre a interdição de um trecho da orla de Icoaraci e que já notificou a empresa responsável pela obra. A Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) afirmou que hoje (5) um engenheiro irá ao local avaliar a situação. Em nota, a Seurb confirma que apenas 50% dos trabalhos de reforma foram concluídos até o momento e que o prazo de conclusão das obras de reforma termina em março.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS