Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

APÓS REPORTAGEM

Vídeo: Dom Alberto Taveira interrompe missa para falar sobre supostos casos de abuso sexual

Pronunciamento foi feito após reportagem do Fantástico, da Globo, que denunciou supostos casos cometidos pelo religioso no período de 2010 a 2018.

segunda-feira, 04/01/2021, 23:53 - Atualizado em 04/01/2021, 23:50 - Autor: Fernanda Palheta


Novo pronunciamento de Dom Alberto Taveira
Novo pronunciamento de Dom Alberto Taveira | Reprodução/Vídeo

O Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira, interrompeu a missa que celebrava para se manifestar sobre a reportagem do Fantástico, da Rede Globo, exibida no último domingo (3), que denunciava supostos casos de abusos sexuais cometidos pelo religioso no período de 2010 a 2018 a quatro ex-seminaristas do Seminário São Pio X, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.

“Ao invés de ficar assistindo televisão sem proveito algum para ouvir calúnias requentadas, eu fiquei respondendo as centenas de mensagens e tive uma graça de uma tarde e noite, até uma hora da madrugada, de evangelização”, inicia Taveira.

Nos mais de seis minutos de vídeo, o religioso chama as acusações e os ex-seminaristas - respectivamente - de “agressões” e “gente maldosa”. Disse também que acredita na justiça divina e que está tranquilo, mesmo diante toda a repercussão.

LEIA TAMBÉM: "A verdade prevalecerá", diz Arquidiocese sobre acusações contra Dom Alberto

“Submeto minha vida e minha consciência, que graças a Deus está limpa, submeto à Deus e à Sua igreja na certeza de que irá curar todas as imensas feridas, abertas no coração de tantas pessoas nesse período por gente maldosa. E essa mesma igreja crescerá por passar mais uma vez pela crueza da cruz e chegar à ressurreição”.

Ele lê, em seguida, o testemunho de um fiel que agradeceu a dedicação do Arcebispo em um período difícil em sua vida, além de defendê-lo das atuais acusações. “Eu convivi com o senhor de 2001 a 2012. Foi o melhor homem. Um verdadeiro pai que ajudou um homem drogado. Trabalhei com o senhor e viajei várias vezes com o senhor por esses dez anos pela região do Jalapão e o senhor nunca me assediou”, lê o Arcebispo um trecho do testemunho.

Por fim, Taveira chama os ex-seminaristas de caluniadores e acusadores. “Aqueles que hoje me acusam e se fazem de vítimas, mas são acusadores, caluniadores, foram muitíssimos ajudados e pagaram com a maldade. Que o nosso Senhor tenha pena deles”.

Confira o conteúdo na íntegra:

 

Novo pronunciamento de Dom Alberto Taveira Reprodução/Vídeo
 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS