Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

HOMENAGEM

Fotojornalista Ney Marcondes morre aos 55 anos 

Ao longo dos seus 20 anos atuando como fotógrafo, participou grandes e importantes coberturas jornalísticas

domingo, 22/11/2020, 18:50 - Atualizado em 22/11/2020, 18:49 - Autor: Diário Online


| Arquivo pessoal

Esposo, pai e fotojornalista, Ney Marcondes faleceu nesta madrugada de domingo (22), aos 55 anos, vítima de câncer. Ele estava em São Paulo, onde nasceu, fazendo o tratamento de um tumor avançado no cérebro, mas não resistiu e veio a óbito deixando a esposa Ivone e o filho João Gabriel.

 

Nas redes sociais, ele foi lembrado por amigos e familiares. Sônia Marcondes, irmã de Ney, publicou uma mensagem e ressaltou o grande profissional que ele foi. "E hoje, um guerreiro se despede. Lutou bravamente, se foi com dignidade. Vou guardar no coração seu bom humor. Profissional premiado. Amigo querido. Professor dedicado. Meu irmão amado". 

 

Sidnei Marcondes escolheu o estado do Pará para morar e trabalhar. Ele residia na cidade de Castanhal e todos os dias se deslocava do município para trabalhar como fotojornalista na capital paraense. 

Ney Marcondes participou de grandes e importantes coberturas jornalísticas. Trabalhou no DIÁRIO DO PARÁ e ao longo da carreira ganhou vários prêmios nacionais e internacionais, um deles foi uma medalha de bronze do Festival Internacional de Fotografia de Brasília, em 2017.

 

O amigo de profissão, Sidney Oliveira, lembrou com carinho de Marcondes. "Conheci o amigão Ney Marcondes em 2002. Ney era uma  mistura de homem e menino. Na hora de separar os "homens dos meninos", era homem na hora dos desafios do fotojornalismo das  fotos decisivas, que por vezes poderiam custar até mesmo o emprego, uma carreira toda no fotojornalismo. E menino na pura sensibilidade de fazer registros poéticos. conseguia registrar além do que via. Era um amigão que inspirava a muitos, inclusive seu filho João Gabriel, de 15 anos que hoje fotografa muito bem, meio que estilo 'Ney'. É o legado que fica". 

Oliveira aproveita ainda para deixar uma mensagem de consolo a família. "Dessa vez o amigão Ney não separou mais os homens dos meninos. Ele partiu homem e menino juntos, mas ficou o menino João Gabriel, seu filho que está herdando o legado precioso que seu pai deixou, e que vai precisar de nós. Descanse em paz, amigão Ney Marcondes. Obrigado pela amizade. Que Deus console o coração dos familiares". 

Veja alguns registros do saudoso fotojornalista Ney Marcondes:

 

 

 

 

| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal
| Arquivo pessoal

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS