Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

MAPEAMENTO

Conheça os perfis negros paraenses no Instagram

O Instagram é a 5ª rede social mais popular do mundo

sexta-feira, 20/11/2020, 11:23 - Atualizado em 20/11/2020, 18:13 - Autor: Bruna Dias


Paulo Victor Squires e Tuanne Valente
Paulo Victor Squires e Tuanne Valente | Reprodução

Aproximando causas e lutas, as redes sociais viraram polos de informações e acesso ao conhecimento e estreitar lugares físicos. Seguir perfis de pretos e pretas fortalece a luta contra o racismo e dissemina informações de combate ao preconceito, além claro de levar uma discussão sobre assuntos jamais debatidos.

Valorizar o negro e a negra, devolvendo sua reparação histórica é um processo importante. No Dia da Consciência Negra separamos alguns perfis paraenses no Instagram para que vocês possam conhecer.

Flávia Ribeiro - jornalista e consultora para equidade de raça e gênero


“Na verdade, eu não estou para fortalecer uma rede social, mas uma rede de pessoas negras em qualquer espaço que eu puder estar. Ontem, participei de uma ação do Twitter Brasil, por exemplo. As redes sociais amplificam nossas vozes, nos encontramos nas situações que muitos outros relatam. Algumas vezes nem temos palavras para o que estamos sentindo, mas outra pessoa negra fala e nos conectamos. Porque aqui em Ananindeua, eu consigo me conectar com pessoas negras até de fora do país.

É importante destacar que as redes ou pessoas não nos dão voz, nós temos voz e corpo! As pessoas só precisam nos ouvir e nos enxergar. E isso não pode ser só no factual como no 20 de novembro, mas o ano inteiro. Porque o racismo é um problema da sociedade, construído pela branquitude, que atinge pessoas negras, mas que prejudica toda a sociedade.

O mesmo para o machismo, lgbtfobias: são problemas sociais!”.

Paulo Victor Squires – ativista e advogado


“Potencializar esses perfis são extremamente importante não só nas redes sociais, mas para a sociedade como um todo. Dar maior visibilidade à figura negra, ao corpo negro, ao intelecto negro e a cultura negra é de suma importância”.

Tuanne Valente – digital influencer, produtora de eventos e miss


“Expor o corpo preto é mostrar representatividade nas marcas, nas formas, na nossa luta, no tempo do império o corpo preto era apenas um pedaço de carne para satisfazer patrões, hoje mostramos nele a liberdade que foi dada com muita luta, luta essa que até hoje temos. Na minha infância ao ligada televisão eu não via pretos, não me identificava com ninguém ali, não tinha um corpo preto para me inspirar, hoje na TV, no jornal, nos outdoor me vejo em mulheres e homens pretos, e o melhor é me ver copos pretos e gordos. Hoje sim! Tenho a representatividade de um corpo preto”.

Miguel Jr – Capitão da Marinha Mercante


“A importância de conteúdos negros nas redes sociais é a informação. Mostrar que o preto e preta podem gerar conteúdo sobre um tema que lhe é sabido. Assim, se destacando positivamente na sociedade e quebrando um pouco da imagem estigmatizada de que preto é burro, inculto , incapaz etc”.

Veja mais perfis:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS