Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

POLÍTICA

MDB consolida supremacia e PSDB encolhe no Pará

Na comparação entre os anos de 2012 e 2020, os emedebistas pularam de 27 para 61 prefeitos eleitos, enquanto os tucanos passaram de 32 para 13 mandatários escolhidos pela população. PSD e PL também cresceram

sexta-feira, 20/11/2020, 07:28 - Atualizado em 20/11/2020, 08:30 - Autor: Diário do Pará


| Antonio Augusto/Ascom/TSE

Em 2020, o MDB se manteve com o partido com maior número de prefeitos com 61 eleitos. A partir das eleições municipais de 2012, foi o partido que mais evoluiu na conquista das prefeituras do interior. Naquele ano, o então PMDB (que só em 2017 retiraria a letra ‘P’ do nome da legenda) elegeu 27 prefeitos, contra 32 prefeituras conquistadas pelo PSDB. Já em 2016, o PMDB retomaria a liderança com vitórias expressivas no interior. Foram 41 eleitos. Os tucanos levaram 34 municípios. E agora, em 2020, o MDB manteve a curva de crescimento e ganhou outras 20 cidades, chegando a 61.

Fundado em 2011, o PSD foi outra sigla que deu um salto significativo em número de filiados comandando as prefeituras. Saiu de 12 prefeituras em 2012, sua primeira eleição, para assumir a segunda posição no ranking atual, conquistando 18 prefeituras. Além do PSD, outro partido da base aliada do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), manteve a regularidade nas eleições de 2020. O PL (antigo PR) elegeu 16 candidatos. Em 2012, o partido obteve a quarta colocação entre os que mais venceram, 14 eleitos. Em 2016, uma prefeitura a mais, chegando a 15 vitoriosos.

O quarto colocado no levantamento é ocupado por um dos partidos que mais encolheram nos últimos 8 anos. O PSDB, que por muitos anos governou o Estado e algumas das principais prefeituras, derreteu severamente em relação a 2016. Conseguiu eleger somente 13 candidatos. Há 4 anos, o partido ameaçava rivalizar com o PMDB a disputa pelo protagonismo na política estadual. Os tucanos foram eleitos em 34 cidades, quase o triplo do atual desempenho nas urnas.

Outro partido tradicional que perdeu bastante espaço foi o Partido dos Trabalhadores. De 23 prefeitos eleitos em 2012, o PT elegeu dois candidatos em 2020, nas cidades de Igarapé-Miri e Concórdia do Pará. Em compensação, o partido pode também ganhar uma importante prefeitura, a de Santarém. A candidata Maria do Carmo disputa o segundo turno com Nélio Aguiar, do DEM. O Democratas, aliás, foi outro partido que perdeu várias prefeituras em 4 anos. Em 2016, fez 15 prefeitos e agora apenas 4.

Acompanhe no infográfico a evolução dos partidos nas eleições municipais de 2008 a 2020, segundo dados levantados pelo DIÁRIO ao Tribunal Superior Eleitoral.

 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS