Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DEBATE NA RBATV

Terceiro bloco: Edmilson e Eguchi falam sobre violência contra mulher, coleta de lixo e start-ups

Candidatos fizeram debate decisivo esta quinta-feira (19)

quinta-feira, 19/11/2020, 23:47 - Atualizado em 20/11/2020, 00:25 - Autor: Diário Online


No terceiro bloco candidatos falaram sobre
No terceiro bloco candidatos falaram sobre | Reprodução RBATV

No terceiro bloco do debate entre os candidatos à prefeitura de Belém, Edmilson Rodrigues e Everaldo Eguchi, os candidatos falaram sobre os temas violência contra as mulheres e o sistema de coleta de lixo na capital. 

Veja também:

Primeiro bloco do debate é marcado por promessas com relação ao lixo e BRT em Belém 

Segundo bloco: propostas de emprego, renda e saúde foram debatidas por candidatos

Candidatos finalizam debate fazendo considerações finais 

O candidato do Psol foi o primeiro a perguntar no bloco de tema livre, sobre o tema da violência contra a mulher. Eguchi disse que as mulheres continuam sofrendo muito e falou sobre sua experiência de delegado, onde vê muitos casos do gênero. Eguchi afirmou que, se eleito, irá criar um conselho municipal da condição feminina, para resolver os casos e acolher as vítimas de violência doméstica, oferecendo tratamento psicológico. Eguchi falou sobre utilizar recursos do chamado Sistema S para criar estruturas para inserir a mulher no mercado de trabalho.

 

Por sua vez, Edmilson falou sobre a criação de um programa de qualificação profissional, abertura de microempresas para que as mulheres ganhem autonomia. O candidato falou sobre a criação de um abrigo em 1997, quando era prefeito. Ele ainda falou em utilizar a tecnologia para criar aplicativos que facilitem as denúncias.

Sobre o sistema do lixo, tema escolhido por Everaldo Eguchi, o candidato do Patriota acusou Edmilson de ter sido cúmplice de casos de corrupção no setor quando era prefeito em 1997. Edmilson afirmou que Eguchi mentiu e negou as acusações, afirmando que órgãos como o Ministério Público e o Tribunal de Justiça não encontraram irregularidades em sua gestão. Eguchi insistiu que não mentia, continuando a acusar o candidato do PSOL, que segundo ele utilizou a irmã para desviar recursos. Edmilson rebateu lembrando que sua gestão foi premiada pela ONU por uma das melhoras práticas do mundo em 2004, onde, de acordo com o candidato, não havia mais crianças trabalhando nos lixões.

 

Edmilson perguntou a Eguchi logo em seguida sobre a geração de emprego e renda, perguntando a Eguchi sobre uma fala do candidato do Patriota, onde afirmou que o empresário era o principal gerador de riquezas, e não o trabalhador. Eguchi afirmou que foi uma interpretação de Edmilson sobre sua fala. Ele prometeu criar incentivos para empresários se instalarem na capital gerando emprego e renda.  Eguchi disse que irá incentivar e também buscar start-ups, criando redes de co-works para ligar o setor. 


  

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS