Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

Carlos Gomes promove Festival de Bandas do Pará e leva oficinas a municípios do Estado

Programação organizada pela fundação estadual ocorre até o dia 4 de dezembro

segunda-feira, 16/11/2020, 14:08 - Atualizado em 16/11/2020, 14:08 - Autor: Agência Pará


| Reprodução/FCP

Promovido pelo governo do Estado, por meio da Fundação Carlos Gomes (FCG), o Festival de Bandas do Pará organizou uma extensa agenda de oficinas para bandas de municípios do Estado e participação de intercâmbios musicais com professores do Instituto Estadual Carlos Gomes. As oficinas já estão acontecendo desde o início de outubro e seguem até o dia 4 de dezembro. 

Neste ano, os municípios parceiros que estão recebendo a programação são: Santa Cruz do Arari, Ponta de Pedras, São Caetano, Vigia de Nazaré, Marapanim e Quatipuru. As oficinas são ministradas pelos professores de clarinete, saxofone, flauta transversal, trompete, percussão, trombone do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG). Além das oficinas musicais, os integrantes de bandas marciais, como também são chamados esses grupos musicais, participam de oficinas de manutenção de instrumento.

Para o professor Joel Costa, diretor de Ensino do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) e um dos organizadores do Festival de Bandas, as oficinas vão muito além do conhecimento musical e também focam na questão do respeito às medidas de prevenção contra a Covid-19. “Nesse período, o distanciamento social é o nosso grande desafio. Além do ensino musical, estamos trabalhando com os professores e alunos a questão da conscientização para se manter as medidas preventivas. É o que também estamos pautando nas nossas oficinas”, explica.

Convidado

O maestro Marcos Sadao Shirakawa será o convidado especial desta edição do festival e vai ministrar a oficina de regência nos dias 24, 25 e 26 de novembro, pela plataforma Google Meet. As inscrições iniciam nesta segunda-feira (16), através de formulário e seguem até o dia 20 de novembro. As vagas serão limitadas e o resultado será divulgado no dia 23 deste mês, no site e redes sociais da FCG.

Com exceção da oficina de regência, todas as outras estão acontecendo de forma presencial, respeitando as medidas preventivas contra a Covid-19 como: distanciamento social, uso de máscara, higienização constante das mãos e também dos instrumentos, aulas realizadas em espaços ventilados e, quando existe a necessidade, as turmas são divididas para que não haja aglomerações.

Em uma época com muitos desafios para os estudantes de música, as oficinas geraram grande expectativa, trazendo a energia da música de volta, conforme afirma o professor Elielson Gomes, da Banda de Música União Marapaniense, de Marapanim.

“Os músicos esperam ansiosamente o início das oficinas do Festival de Bandas, entendem que é uma grande oportunidade, principalmente pelo fato de muitos não possuírem professores com formação específica em seus instrumentos. Estamos vivendo tempos de pandemia, é um momento delicado. Há a preocupação com a saúde de todos, mas com as medidas de prevenção sendo adotadas, acreditamos que tudo ficará bem”, comenta Elielson.

Leia mais:

Entenda como é o pagamento pelo PIX, que começa a funcionar hoje

Belém e Ananindeua terão maior número de mulheres nas Câmaras de Vereadores

Concertos

Após o término das oficinas, os professores e alunos do IECG vão participar da gravação de vídeos onde se apresentarão nos dias 2 a 4 de dezembro. Os vídeos dos concertos serão gravados e transmitidos na TV Cultura, às 19h30 e no Canal do Youtube da FCG.

FCG

Através de ações e eventos como o Festival de Bandas do Pará, a FCG mantém o compromisso com a realização de práticas sustentáveis de inclusão no ensino musical. A Instituição segue observando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecido pela Assembleia Geral das Nações Unidas, onde, uma das práticas previstas é a educação de qualidade e inclusiva e a oportunidade de aprendizagem para todos; do mesmo modo que assegura a igualdade de gênero, empoderando e apoiando as jovens musicistas do Estado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS