Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
35°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SOLIDARIEDADE

Santa Casa busca doadoras de leite materno para assegurar a saúde de bebês prematuros

Mulheres que têm leite excedente podem fazer a doação sem precisar sair de casa. Uma equipe dos Bombeiros da Vida faz a coleta domiciliar.

sexta-feira, 13/11/2020, 14:55 - Atualizado em 13/11/2020, 14:54 - Autor: Agência Pará


| Reprodução

Com 140 leitos para recém-nascidos prematuros de baixo peso, a maior maternidade do Estado precisa aumentar a quantidade de leite materno para alimentar essas crianças internadas. Atualmente a Santa Casa do Pará só consegue atender cerca de 33% dos prematuros internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e Unidade de Cuidados Intermediários (UCIs) do hospital.

Segundo Vanda Marvão, uma das responsáveis pelo Banco de Leite Humano (BLH) da instituição, é necessário aumentar o número de doadoras para fortalecer os cuidados alimentares dos prematuros de baixo peso para que cresçam saudáveis. É importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta as mães a continuarem amamentando, pois não há comprovação de que o leite materno possa disseminar o coronavírus. 

A médica pediatra, Aranda Haber, destaca sobre a importância do leite materno no tratamento aos recém-nascidos prematuros de baixo peso internados no hospital, e afirma o quanto é essencial que as mães doem o seu leite excedente para o BLH da Santa Casa.

“Estamos no mês da prematuridade e a maioria dos nossos bebês, aqui na UCI neonatal, são prematuros. Por isso, o leite materno é tão indispensável no tratamento dessas crianças aumentando a imunidade e diminuindo o tempo de internação, e é tudo que elas precisam durante os seis primeiros meses de vida. Por isso, é tão importante que as mães doem seu leite excedente. O grande significado desse ato é que doar leite é doar vida”, reforça Aranda.

Leia mais:

Uso de máscara facilita traição? Veja o que dizem os infiéis!

Médico pode ser o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no DF

PARCERIA

Diretora Técnica Assistencial da Fundação Santa Casa, a médica Norma Fonseca diz que a parceria com as mães que tenham o excedente de leite é fundamental para o Banco de Leite Humano, que faz o processamento para ajudar as crianças internadas na área de neonatologia do hospital.

“É um ato de amor que não tem preço, essas mães ajudam a salvar as crianças e não precisam se preocupar em vir até aqui. Os nossos parceiros do Corpo de Bombeiros vão até elas para que seja coletado esse leite de uma forma segura. É um ato de solidariedade dessa mãe doadora que representa muito para o crescimento saudável de nossas crianças aqui internadas”, diz a médica. 

SERVIÇO  

A doadora não precisa ir até a Santa Casa. Uma equipe do projeto Bombeiros da Vida, gerenciado em parceria com o Corpo de Bombeiros, faz a coleta na residência. Para doar é só ligar para 4009-2212/4009-2311/4009-0375, ou entrar em contato por WhatsApp (91-988996326), site ou pelo e-mail: [email protected]  

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS