Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
SONEGAÇÃO FISCAL

Contrato reforça indício de fraude na compra de fazenda de Éder Mauro

Contrato de promessa de compra e venda de 2018 mostra o valor da fazenda à época: R$ 1,4 milhão. Deputado federal a comprou por apenas R$ 330 mil

domingo, 08/11/2020, 08:10 - Atualizado em 08/11/2020, 08:10 - Autor: Mauro Neto/ Diário Online


Imagem ilustrativa da notícia Contrato reforça indício de fraude na compra de fazenda de Éder Mauro
| Reprodução

A compra da fazenda Benção Divinal pelo deputado federal Éder Mauro é um novelo a ser desfiado com cuidado e atenção. Primeiro porque o deputado do PSD a comprou pela ninharia de R$ 330 mil, quando ela vale hoje, de acordo com análise técnica contratada pelo DIÁRIO, R$ 2,8 milhões, o que já levanta a suspeita de sonegação fiscal.

Segundo, a forma como se deu o repasse da propriedade para Éder Mauro está carregada de suspeitas de fraudes e fez com que a propriedade, localizada no município de Bujaru (a 196 Km de Belém), passasse em tempo recorde de Cleber Eduardo de Lima Ferreira - indiciado por participar de uma quadrilha que desviou R$ 400 milhões créditos florestais no Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora) - para as mãos de Éder Mauro no dia 29 de julho de 2020.

NOVO DOCUMENTO

O DIÁRIO teve acesso a um novo documento que reforça a suspeita de que Éder Mauro comprou a Benção Divinal por um preço 8 vezes abaixo do valor real de mercado. Um contrato de promessa de compra e venda da fazenda foi assinado e protocolado no cartório Kós Miranda no dia 8 de fevereiro de 2018 entre Cleber Eduardo de Lima Ferreira e Thales Câncio de Carvalho. Nele consta o valor da fazenda à época: R$ 1,4 milhão.

A primeira parcela de R$ 600 mil seria paga, segundo o documento, em gado. O restante Thales Câncio de Carvalho pagaria em oito parcelas de R$ 100 mil. Detalhe: Thales Câncio de Carvalho é acusado de estelionato em diversos Estados do Brasil e teria, inclusive, tentado dar um golpe de R$ 5 milhões no cantor sertanejo Eduardo Costa.

Não há nenhum registro de que a venda da fazenda tenha sido concretizada, mas o documento registrado em cartório coloca em xeque o valor da fazenda adquirida por Éder Mauro que está muito aquém do valor real da propriedade rural.

Fica a pergunta: como fazenda Benção Divinal poderia ter perdido tanto valor em apenas 2 anos para ser vendida ao deputado por apenas 330 mil?

VENDA PARA ESPOSA

Cleber Ferreira vendeu a Benção Divinal para sua própria mulher por apenas R$ 100 mil. Uma nova informação coloca ainda mais suspeita na aquisição da Benção Divinal por Éder Mauro. A fazenda originalmente pertencia a empresa Açai 812 Indústria e Comércio Ltda de propriedade de Cleber Eduardo de Lima Ferreira, envolvido e preso na operação Crashwood, que em 2015 desbaratou uma quadrilha que esquentava documentos ambientais no Sisflora e que deu prejuízo de R$ 400 milhões ao Estado.

Em novembro de 2019, numa operação suspeita de fraude, Cleber vende a fazenda para sua própria esposa, a empresária Thais Antunes Novaes Coutinho, por apenas R$ 100 mil. Sete meses depois de ter adquirido a fazenda, em junho de 2020, a esposa de Cleber revende o imóvel para a contadora Maria Eliana Araújo Gonçalves, desta feita pelo valor de R$ 290 mil.

Maria Eliana Araújo Gonçalves possui um pequeno escritório no bairro do Jurunas, em Belém. Entre os dias 4 e 6 de novembro a reportagem tentou localizá-la, mas ninguém atendeu no telefone que consta em anúncio da internet. A reportagem queria ouvi-la para saber o motivo pelo qual a contadora revendeu a fazenda ao deputado federal Éder Mauro por R$ 330 mil, valor oito vezes menor que o preço de mercado da fazenda, apenas um mês depois de comprá-la.

Há a suspeita de que a cadeia de venda da fazenda Benção Divinal foi simplesmente uma armação jurídica para que ela saísse das mãos de uma pessoa acusada de pertencer a uma quadrilha organizada especializada em fraudar os órgãos ambientais para as mãos do ex-delegado Éder Mauro sem chamar muito a atenção.

Mas quem são Cleber Eduardo de Lima Ferreira e Thais Antunes Novaes Coutinho, ex-donos da Benção Divinal?

O casal é conhecido por gostar de ostentar luxo e riqueza nas redes sociais. Podem ser vistos em viagens a Paris e Itália, cercado de pessoas da alta sociedade de Belém e mostrando carros de alto valor e muitos relógios Rolex.

Cleber e Thais costumam ostentar nas redes sociais
Cleber e Thais costumam ostentar nas redes sociais Reprodução/ Reses Sociais
 

Reprodução/ Reses Sociais
 

Toda essa ostentação contradiz o seu depoimento sobre a operação Cashwood. No processo que tramita no Tribunal de Justiça do Pará sob o número 0003416-48.2015.8.14.0401, Cleber informa à juíza responsável, Heloisa Helena da Silva Gato, que não possui nenhum bem e que como comprovaria sua declaração de renda só recebia um salário de assessor da Secretaria de Estado de Saúde à época. Só que além da fazenda, Cleber é proprietário também da empresa Açai 812 Indústria e Comércio Ltda. É muito luxo para quem diz ter apenas o salário de servidor público.

CUSTO DE MERCADO

A Benção Divinal de Éder Mauro possui 293 hectares e fica localizada a 22 quilômetros da sede da cidade de Bujaru. O valor da fazenda foi estimado apenas nas áreas de pastagem e do valor da terra nua, já que não foi possível verificar in loco as benfeitorias realizadas pelos antigos proprietários.

No entanto, a fazenda milionária de Éder Mauro possui várias construções compatíveis com o tipo de atividade de destinação econômica para exploração da pecuária, o que pode elevar o valor da fazendo para mais de R$ 3 milhões.

O “Laudo de Avaliação de imóvel Rural da Fazenda Benção Divinal” foi elaborado, a pedido da Redação do Diário do Pará, pelo engenheiro agrônomo Cleber de Souza Oliveira (CREA 14211 D/PA e CRECI 10479). Ele revela que a Benção Divinal de Éder Mauro tem uma área de 203,5325 hectares só com plantações de capim. A área foi medida baseando-se na imagem do satélite Sentinel2, utilizado no mundo inteiro para este tipo de avaliação.

Para avaliar o verdadeiro preço da Fazenda Benção Divinal de Éder Mauro, o estudo levou em consideração o preço médio do valor do hectare de fazendas a vendas na região de Bujaru. Na região pesquisada, segundo o laudo técnico, o preço do hectare varia entre R$ 3.719 a R$ 17.333, o que dá uma média de R$ 9.788.15 por hectare. Se multiplicarmos este valor médio pelo tamanho da fazenda de Éder Mauro (293,5730 hectares), se chega ao valor milionário de R$ 2.873,536,55.

PATRIMÔNIO DE ÉDER MAURO CRESCEU 300%

l A evolução patrimonial e financeira do deputado federal Éder Mauro foi veloz. Entre 2014 e 2018, Éder Mauro teve um crescimento patrimonial de aproximadamente 300%. De acordo com o site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), entre 2014 e 2018, Éder Mauro passou de R$ 595. 495,69 para R$ 2.014.963,08 investidos em imóveis, automóveis e propriedades rurais.

CONFIRA A CÓPIA DOS DOCUMENTOS DO IMÓVEL

 Documento mostra o real valor da fazenda comprada por um preço abaixo do mercado
Documento mostra o real valor da fazenda comprada por um preço abaixo do mercado Reprodução
 

 Documento mostra o real valor da fazenda comprada por um preço abaixo do mercado
Documento mostra o real valor da fazenda comprada por um preço abaixo do mercado Reprodução
 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS