Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
PRODUÇÃO RURAL

Sebrae no Círio: Agrofeira ajuda pequenos produtores

Realizada pelo Sebrae com apoio do Governo do Estado, evento reuniu 30 agricultores de Marituba e Santa Bárbara

sábado, 10/10/2020, 08:23 - Atualizado em 10/10/2020, 09:09 - Autor: Alexandra Cavalcanti


O evento faz parte da programação “Sebrae no Círio”, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap)
O evento faz parte da programação “Sebrae no Círio”, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap) | Celso Rodrigues

Produtos como plantas ornamentais, artesanatos variados, mel, essências, óleos e ingredientes típicos da época como pato no tucupi, jambu, pato, entre outros, foram comercializados diretamente pelos produtores, na manhã de ontem (9), durante a Agrofeira do Círio, no Ginásio Poliesportivo de Marituba, na Região Metropolitana de Belém (RMB). O evento faz parte da programação “Sebrae no Círio”, que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap), a participação de 30 agricultores e previsão de volume de vendas no valor de R$ 7 mil. Essa foi a primeira edição da feira que poderá ser conferida também nos dias 17 e 18, das 7h às 13h, no Estacionamento Wandenkolk com a participação de 70 produtores.

Os produtores rurais são oriundos das comunidades Bela Vista e Fazendinha e do Projeto Quintais da Amazônia, de Marituba e de associações e cooperativas que desenvolvem projetos em Santa Bárbara.

Ministro limita foro privilegiado no Pará e em mais três Estados

Superintendente do Sebrae Pará, Rubens Magno explica que a iniciativa de incluir pela primeira vez as Agrofeiras na programação Sebrae no Círio foi de alavancar as vendas de pequenos produtores rurais durante essa época do ano. “Nosso objetivo é cuidar desses pequenos empreendedores, abrir mercados para que possam escoar suas produções, especialmente nesse período de pandemia, quando muitos passaram mais de cinco meses sem conseguir comercializar os seus produtos”, destacou.

Para o titular da Sedap, Hugo Suenaga, a iniciativa é resultado de “uma união de esforços para se chegar a um bem comum que é o desenvolvimento da agricultura familiar”, avalia ele, destacando que até o final de 2021 as parcerias para a realização de feiras – como a promovidas pelo Sebrae, devem chegar a pelo menos metade dos 144 municípios paraenses. Gerente do Sebrae na Região Metropolitana, Leda Magno ressalta que além da parceria com a Sedap, as Agrofeiras também têm o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). “Fizemos o acompanhamento desses produtores e as Agrofeiras são a culminância desse trabalho”, afirma.

Círio 2020: programação de sábado (10) começa com Descida do Glória. Saiba quais são as outras

A produtora rural Marizete Silva usa. há mais de 25 anos, o espaço de sua casa, na Comunidade de Bela Vista, para cultivar e comercializar várias espécies de plantas, que atualmente representam a principal fonte de renda da família. Para ela, contar com um espaço como a Agrofeira faz toda diferença no incremento da renda familiar. “É uma oportunidade de nosso trabalho ser visto, de vendermos e de fecharmos futuros negócios”, disse.

O artesão Ivanilson Barradas também aproveitou a Agrofeira para mostrar sua produção. Ele confecciona artesanato em madeira, como suportes para plantas, e integra a Associação dos Trabalhadores Rurais e Agroecológicos Expedito Ribeiro, de Santa Bárbara, na RMB. Dentro do projeto Vitrine, desenvolvido com o apoio da Emater, eles produzem legumes, frutas, verduras, plantas ornamentais, farinha e artesanatos, entre outros produtos. Para ele, a feira tem um papel fundamental na comercialização do que é produzido pela entidade. “É um local onde podemos divulgar e mostrar o nosso trabalho com toda a infraestrutura necessária”, destacou.

Programação variada

Além das Agrofeiras, fazem parte da programação “Sebrae no Círio”, a Feira de Artesanato do Círio (FAC), em cinco pontos de Belém, uma campanha digital na plataforma Amazônia Market (amazoniamarket.com.br) e instalação de duas máquinas Point Machine/Mercado Azul. Toda programação pode ser acessada em pa.sebrae.com.br ou pelo 0800 570 0800.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS