Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

IRREGULARIDADES

MPPA aponta fortes indícios de fraude cometidas por ex-prefeito de Igarapé-Miri

O órgão afirmou que o ex-prefeito não entregou uma série de documentos exigidos pelo TCM-PA

terça-feira, 06/10/2020, 16:31 - Atualizado em 06/10/2020, 19:42 - Autor: Redação


| Reprodução

O ex-prefeito cassado de Igarapé-Miri, Antoniel Miranda, continua sendo algo de investigações após ser acusado de inúmeros crimes. Dessa vez, o Ministério Público do Pará (MPPA) apontou que existem fortes indícios de que o antigo gestor fraudou licitações do transporte escolar do município durante sua gestão. 

De acordo com o MPPA, diversos documentos exigidos pelo Tribunal de Contas do Município (TCM-PA) não foram encontrados nos autos dos processos, o que indica uso indevido da modalidade dispensa de licitação. 

 

Além disso, foi detectada alteração nos dados dos documentos apresentados. Um exemplo citado pelo órgão é a montagem nas planilhas de cotação de preços. 

Em março deste ano, a delegada Kamila Maestri abriu um inquérito para investigar o desvio de dinheiro público que deveria servir ao transporte dos alunos da rede municipal de ensino no ano de 2018, sob a gestão do "Irmão do Açaí", como Antoniel é conhecido. 

Leia mais:

Ex-prefeito de Igarapé-Miri é investigado por desvio de dinheiro do transporte escolar

Ex-prefeito de Igarapé-Miri é acusado de usar servidoras como empregadas domésticas

Na época, o ex-prefeito não fez licitação para contratar a empresa que apresentasse o menor preço. Ele decidiu contratar diretamente a empresa MR Menezes. 

Além disso, Antoniel é alvo de uma investigação feita pela Polícia Federal (PF) sobre um áudio do ex-gestor, que indica um grande esquema de corrupção na cidade, ligado também ao ex-Presidente da Câmara Ney Pantoja.

Na conversa, falava-se sobre um pagamento pelo ex-prefeito Antoniel Miranda de vantagem indevida à Ney Gilberto Pena Pantoja, então presidente do Poder Legislativo municipal.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS