Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

RECONHECIMENTO

Professora paraense conquista premiação nacional na área da história

Wania Alexandrino, docente de UFOPA venceu premio Capes de Tese

domingo, 04/10/2020, 14:42 - Atualizado em 04/10/2020, 15:58 - Autor: Diego Beckman


Paraense foi a única premiada da região norte no concurso.
Paraense foi a única premiada da região norte no concurso. | Acervo Pessoal

Uma educadora paraense conquistou o reconhecimento nacional e ganhou o Prêmio Capes de Tese -  Edição 2020, ao falar sobre a relação entre índios e soldados na capitania do Pará, na primeira metade do século XVIII.

O trabalho foi desenvolvido pela professora do curso de História da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), Wania Alexandrino Viana, ao lado do orientador, o também professor Rafael Ivan Chambouleyron, levaram a melhor após apresentarem a tese “Gente de Guerra, fronteira e sertão: índios e soldados na capitania do Pará (primeira metade do século XVIII)”, cujo trabalho desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Pará (PPHIST/UFPA).

A tese foi a vencedora do Prêmio Nacional Capes, ao lado de outras 49 teses contempladas em diferentes áreas, num total de 1.421 trabalhos feitos em todo o país, número considerado recorde pela organização, além de representar um número histórico de premiação voltado para o público feminino, onde 24 profissionais do sexo feminino figuraram entre as vencedoras, número considerado recorde.

“Foram cinco anos de pesquisas realizadas em diversos acervos documentais do Brasil e em arquivos portugueses por meio de bolsa, realizado em Lisboa. Foram várias teses e eu fui contemplada com o prêmio na área de história, sendo a única no norte do Brasil e com isso, fortalece o trabalho de pesquisa na Amazônia”, destaca a vencedora do prêmio, Wania Alexandrino.

A premiação será virtual devido a pandemia da covid-19, onde na ocasião, os dois professores vão receber suas referidas premiações.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS