Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

PESQUISA ELEITORAL

Edmilson Rodrigues e Priante lideram pesquisa para Prefeitura de Belém

As eleições acontecem no dia 15 de novembro

sábado, 03/10/2020, 16:51 - Atualizado em 03/10/2020, 18:16 - Autor: Diário do Pará


| Reprodução/Instagram

Os candidatos Edmilson Rodrigues (PSOL) e José Priante (MDB) seguem liderando a disputa pela prefeitura municipal de Belém. Na segunda pesquisa de intenção de voto, realizada pelo Instituto Acertar e encomendada pelo DIÁRIO DO PARÁ, o psolista aparece em vantagem tanto no estimulado (39,5%) quanto no espontâneo (19,4%), seguido pelo emedebista (10,1% e 4,2%, respectivamente).

Vale lembrar que, dentro da margem de erro, Rodrigues poderia vencer em primeiro turno, com 51,2% dos votos válidos. Chama a atenção para o número de indecisos. Na estimulada, chegam a 10,1% e, na espontânea, 60,1% não sabem em quem iriam votar nas eleições.

A mesma pesquisa fez uma avaliação das gestões de governos municipal, estadual e federal, e o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), lidera no ranking de opiniões positivas, com 77% dos que o avaliam como bom, ótimo e regular. Foram realizadas 811 entrevistas entre 29 de setembro e 2 de outubro, com margem de erro de 3,5% nos resultados gerais. O índice de confiança é de 95%. A averiguação/amostra está registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Pará (TRE) e junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pela identificação PA-01064/2020.

Tanto no estimulado quando no espontâneo, Edmilson e Priante são seguidos, respectivamente, por Vavá Martins, do Republicanos (6,4% e 2,2%); Mário Couto, do PRTB (4,6% e 2,0%); Delegado Federal Eguchi, do Patriota (4,2% e 2,5%) e Cassio Andrade, do PSB (3,7% e 1%). E todos eles estão empatados tecnicamente, dentro da margem de erro da pesquisa. Votos brancos e nulos somaram 12,9% e 7,2%. Não sabem e indecisos acumulam 10,1% e 60,1%.

O atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), acumula avaliação negativa em 66%, sendo que 44,6% consideram sua gestão ao longo de quase 8 anos como péssima, e 21,6% como ruim. A análise positiva de Zenaldo chega a apenas 8,3% na opinião dos entrevistados. Vem de Belém (93,9%) e Mosqueiro (70,8%) as maiores rejeições à gestão de Zenaldo Coutinho.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), ficou um pouco acima dos 54%, entre os que consideram sua gestão como regular, boa e ótima. A análise negativa é de 42,9%, com 30,8% avaliando a forma como administra o País como péssima e 12,1% como ruim.

Ainda segundo a amostra, o índice de satisfação da população de morar em Belém é alto, chega a quase 60% - e se levado em consideração a análise por distrito administrativo, esse índice chega a quase 80% em Icoaraci. Os que se acham insatisfeitos morando em Belém chegam a 15,2%. Na análise sobre o que deve ser prioridade para os gestores municipais, saúde (41,9%) e educação (31,9%) são os temas mais citados pelos entrevistados. Segurança e combate à violência deveria ser prioridade para 18,9% e abastecimento de água 17,4%.

ELEIÇÕES

Na capital paraense foram realizados 1.049 pedidos de candidaturas, sendo 12 candidatos a prefeito e vice-prefeitos e 1.025 candidatos ao cargo de vereador, segundo dados contabilizados pela Justiça Eleitoral. No Estado do Pará, o número de pedidos de candidaturas ficou fechado em 23.095, sendo 659 candidatos ao cargo de prefeito e 21.775 para o cargo de vereador. Na estatística do Divulgacand está registrado que 752 candidatos concorrem à reeleição e foram registrados sete candidatos inscritos com nome social. As eleições acontecem no dia 15 de novembro. Um total de 5.758.119 paraenses estão aptos a votar. Na capital, são 1.009.731 eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS