Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

MENOS CUSTOS

Banpará adere ao Pix e transações bancárias terão mais agilidade

Criado pelo Banco Central, sistema de pagamento eletrônico ficará disponível aos clientes 24h por dia

quarta-feira, 30/09/2020, 19:52 - Atualizado em 30/09/2020, 19:51 - Autor: Agência Pará


A partir da próxima segunda (5), plataforma estará disponível para o primeiro grupo restrito de clientes
A partir da próxima segunda (5), plataforma estará disponível para o primeiro grupo restrito de clientes | Marcelo Seabra / Ag.Pará

Mais agilidade, comodidade, menor gasto de tempo para efetuar transações financeiras, e, sobretudo, segurança. Essas são as principais vantagens da adesão do Banco do Estado do Pará (Banpará) ao sistema eletrônico Pix, criado pelo Banco Central, para facilitar pagamentos e transferências bancárias.

Segundo a diretora Financeira do Banpará, Ruth Mello, a implantação do Pix na instituição está em fase de validações de transações e será dividida em três etapas. A partir da próxima segunda-feira (5), o sistema estará disponível para o primeiro grupo restrito que terá acesso aos serviços. A segunda fase iniciará a partir do dia 3 de novembro e possibilitará o acesso a outros grupos autorizados. Na terceira etapa, a partir do dia 16 de novembro, o Pix estará presente em todas as instituições financeiras. A velocidade de transferência prevista para uma transação é de, no máximo, 10 segundos.

Em um primeiro momento, as movimentações serão limitadas, exclusivas para pagamentos de tributos e transferências. O Banpará aguarda orientações do Banco Central sobre o limite dos valores, que ainda não foram definidos. Além dos benefícios para os clientes, as instituições financeiras também serão contempladas.

Além da segurança oferecida pela plataforma de transações do Sistema Financeiro Nacional, o Banpará atua com o Sistema Multifatorial, que garante um processo de transações ainda mais confiável, porque faz a verificação randômica dos dados cadastrais do cliente. 

Não será necessário se dirigir ao Banpará para realizar o cadastro. A partir do momento em que o cliente tem instalado no seu celular o app mobile do banco ou tem acesso à internet do Banpará para pessoas jurídicas, ele poderá efetuar o cadastro e realizar transações.

As chaves são um recurso do Pix que serve para facilitar a identificação dos usuários. Ao invés de informar nome, CPF, agência e número da conta todas as vezes que o cliente fizer uma transferência, com o Pix, basta informar a chave, que pode ser um e-mail, o CPF ou um número de celular.

SISTEMA PIX

Em agosto de 2019, o Banco Central atualizou os requisitos fundamentais para o ecossistema de pagamentos instantâneos brasileiro, com a divulgação do comunicado n° 34.085, o qual será formado pelo arranjo aberto instituído pelo BC (Pix), pelas instituições financeiras e instituições de pagamento, pela plataforma única que fará a liquidação das transações realizadas entre diferentes instituições participantes (SPI) e pelo diretório de identificadores de contas transacionais que armazenará as informações das chaves ou apelidos que servem para identificar as contas dos usuários recebedores (DICT).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS