Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

INSPIRADORA

Post de paraense sobre começo de loja faz sucesso. Conheça a história dela!

Neyla publicou sobre o começo do negócio em Abaetetuba e acabou chamando atenção para a vontade de empreender

terça-feira, 29/09/2020, 20:51 - Atualizado em 29/09/2020, 20:58 - Autor: Redação


| Acervo Pessoal

Um post, 19 mil curtidas, 9,6 comentários e mais de 14 mil compartilhamentos. A história de sucesso da paraense Neyla Costa chamou a  atenção nas redes sociais.

"Muita gente deu gargalhada, duvidando da minha capacidade de chegar onde eu queria. Mas a 'lojinha' do passado, hoje está indo para sua quinta expansão e a segunda filial. É realmente um sonho", escreveu ela na legenda da foto que atraiu tanta gente. Veja:

A foto que levou Neyla a ser reconhecida no Brasil inteiro e receber mensagens de mulheres que buscam pela sua independência financeira.
A foto que levou Neyla a ser reconhecida no Brasil inteiro e receber mensagens de mulheres que buscam pela sua independência financeira.
 

Coube a então estudante de Direito demonstrar firmeza e determinação para a jovem sonhadora que existia dentro dela. Foi assim que, há cinco anos, ela decidiu largar a faculdade e o emprego em Belém, como revendedora em uma multinacional, para embarcar na 'aventura de ter uma lojinha' e, assim, conseguir ser dona do próprio negócio. 


O EMPREENDEDORISMO USA SALTO

Ela é só um exemplo das inúmeras mulheres empreendedoras do país. Hoje, o Brasil ocupa a sétima posição com o maior número de mulheres empreendedoras no mundo, segundo um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado com 49 nações. Ao todo, são mais de 24 milhões de brasileiras tocando negócios próprios, gerando empregos e movimentando a economia.

"Ela começou a vender roupa de criança e começamos a oferecer para as pessoas. A mana já era mãe, morávamos juntas em Belém. Papai pagava nosso aluguel. O filho da Neyla ficou muito doente e vendo a situação, ela percebeu que precisava fazer algo. Então, resolveu ser sacoleira. Aos poucos foi conseguindo fornecedores e clientes. A Ballon Kids foi um sucesso, ela sempre teve esse dom da comunicação'", lembra Neylane de Cássia, irmã da jovem empreendedora, revelando ainda que ela nunca teve vergonha de carregar as sacolas e sair de porta em porta oferecendo o vestuário infantil. 'Tínhamos um carro bem velhinho e colocávamos as sacolas com as roupas atrás e andávamos a cidade toda oferecendo', relata. 


O INÍCIO DE UM SONHO

"No primeiro ano de loja física conseguimos aumentar o espaço. Já no terceiro, fomos ganhando mais bençãos. Com cinco anos de loja, posso dizer que fui abençoada por Deus. Temos duas lojas físicas e, mesmo durante a pandemia, fomos nos reinventando e conseguindo sobreviver deste negócio que hoje é minha vida", explica ela. 

Para ela, o segredo é quando você entende que o trabalho não pode ficar em segundo plano quando há muito de você nele. Ela explicou que o investimento não é só financeiro, mas emocional na maioria das vezes. Filho, família, concorrentes..... ela precisou ter força para administrar tudo.

"Por isso levo tão a sério e até agora estou dando conta de tudo. O segredo é ter fé, acreditar que a gente pode, se especializar, fazer uns cursos legais e bola pra frente que atrás vem gente'", avalia Neyla. 

A publicação de Neyla acabou inspirando outras mulheres. Veja algumas mensagens que ela recebeu:

 

 

 

 

 


DEU TUDO CERTO

"Viajamos em busca de novidades para nossas clientes, vamos em feiras, visitamos fábricas, passamos, pelo menos, duas semanas viajando escolhendo roupas de dedo a dedo. Temos grupos de aplicativo de mensagem instantânea, sempre faço algum lançamento legal, buscamos sempre trazer o cliente para o nosso lado, o tratamos com todo o carinho que ele merece. Não é fácil, mas nos dedicamos ao máximo e a referência e tudo que vem acontecendo de positivo na minha vida eu costumo dizer: 'Nunca foi sorte, sempre foi Deus'".

Um post e uma história inspiradora de coragem, incentivo, independência, iniciativa, realização pessoal, resiliência, persistência... e vocês ainda acham que lugar de mulher não é onde ela quiser?  


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS