Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

JUSTIÇA

Réus são condenados por assalto a carro-forte em Tailândia

Na época, os acusados conseguiram subtrair a quantia aproximada de R$ 1.000.000,00

terça-feira, 29/09/2020, 16:36 - Atualizado em 29/09/2020, 16:36 - Autor: Com informações TJPA


| Reprodução

O juiz da Vara de Combate ao Crime Organizado do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), Eduardo Rodrigues de Mendonça Freire, condenou, nesta terça-feira (29), quatro réus pelo assalto a um carro-forte no município de Tailândia. O crime foi cometido no dia 28 de agosto de 2014 Na ocasião, os criminosos conseguiram roubar cerca de R$ 1 milhão.

Os réus Rafael Moraes de Vasconcelos, Gilvan Soares da Silva, Valdiran Nunes da Silva e Edilzo Vicente da Silva foram condenados, respectivamente, a 13 anos e seis meses, 13 anos e seis meses, 12 anos e 15 anos de reclusão, todos em regime inicial fechado. Todos também foram condenados a pagar dias-multa, com cada dia-multa na base de 1/3 do salário mínimo vigente no país, já que, do montante roubado, a polícia só conseguiu recuperar a quantia de R$ 200.980,00. 

Rafael Moraes de Vasconcelos, Gilvan Soares da Silva, Valdiran Nunes da Silva e Edilzo Vicente da Silva pagarão, no total, respectivamente, 486, 486, 432 e 540 dias/multa.

Segundo o inquérito policial, o crime foi cometido por volta das 11h30 da manhã, em um carro-forte pertencente à empresa PROSEGUR, que trafegava na Rodovia PA 150 em direção ao município de Tailândia. O veículo, blindado, foi surpreendido pelos assaltantes, que estavam em um carro e ao parar ao lado de uma carreta, fechou a rodovia. Em seguida, os criminosos realizaram diversos disparos de armas de fogo de grosso calibre contra a parte frontal do carro-forte. 

Após adotarem todas as medidas de segurança, inclusive acionando o 'botão do pânico', os vigilantes que estavam no carro-forte conseguiram abandonar o veículo e se esconderam em um matagal às margens da rodovia. Os bandidos, então, instalaram explosivos para forçar a abertura da porta e do cofre do carro-forte e conseguiram subtrair a quantia aproximada de R$ 1.000.000,00. 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS