Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SEU BOLSO

Saiba onde comprar ingredientes do almoço do Círio mais baratos

O DIÁRIO percorreu algumas feiras de Belém para pesquisar os preços de ingredientes do tradicional almoço do Círio

domingo, 27/09/2020, 08:39 - Atualizado em 27/09/2020, 10:04 - Autor: Alexandra Cavalcanti


| Wagner Santana

A menos de duas semanas do Círio de Nazaré, feirantes se mostram otimistas com a venda de itens para o tradicional almoço. Mesmo sem as procissões, que foram suspensas por conta da pandemia, a aposta é pela reunião da família em torno da mesa, o que deverá impulsionar as vendas de ingredientes. Por outro lado, é preciso preparar o bolso para pagar um pouco mais caro em itens como a maniva e o jambu e pesquisar o preço de outros, como o pato, o frango (que costuma substituir o pato) e o tucupi.

O DIÁRIO percorreu algumas das principais feiras de Belém para pesquisar os preços dos ingredientes usados em alguns dos pratos do almoço do Círio, como a maniva, o tucupi, o jambu, o frango e o pato.

Divulgação
 

Fabiola Melo trabalha há oito anos na Feira da Pedreira vendendo hortaliças e tucupi. Para ela, as vendas desse ano devem ser semelhantes as do ano passado e devem se intensificar mais próximo do Círio. “Em 2019, cheguei a vender 60 garrafas de dois litros de tucupi. Acredito que este ano, mesmo com a pandemia, não será diferente, porque as pessoas vão continuar a se reunir para o almoço”, opinou. O vendedor de frango Silvio Souza diz que as vendas do produto para o Círio ainda não começaram, mas devem ocorrer em breve. “No início de outubro as pessoas já vão começar a comprar para o almoço de domingo do Círio”.

Vitor Martins comercializa maniva no local há oito anos e também está otimista. “Sem procissão, o pessoal vai investir no almoço e acredito que as vendas vão ser boas sim”, diz ele, que ano passado chegou a vender mais de 400 quilos de maniva.

FEIRA DA 25

Pâmela Dias comercializa tucupi na Feira da 25 há menos de um ano e diz que as vendas desse ano prometem ser boas. “Acho que as pessoas vão querer ter a mesa farta este ano”, destacou. Proprietário de um box na feira, onde comercializa pato, maniva e tucupi, entre outros itens, Gabriel Oliveira também acredita em boas vendas para o Círio. Para ele, por enquanto, os preços devem ser mantidos.

“Mas já estou percebendo um movimento dos fornecedores para ajustar os preços mais próximo do Círio, por isso é bom se antecipar”, disse. José Ribamar tem opinião semelhante. “Acredito que teremos boas vendas e que conseguiremos manter o preço, por enquanto”, ressaltou ele, que tem um box onde vende frango, pato e outros produtos.

Por enquanto, a venda de ingredientes para os pratos do Círio ainda está tímida na Feira do Guamá. A oferta desses produtos também é pequena na feira. Cipriano Siqueira é o único vendedor de maniva no local. Ele contou que as encomendas já começaram e aposta no crescimento das vendas para os próximos dias. “Estou muito confiante até por conta das encomendas que já estou recebendo”, informou.

Das feiras pesquisadas pela reportagem, o local onde feirantes se mostraram menos animados com as vendas do Círio foi no Ver-o-Peso. “Acho que não será como tínhamos nos anos anteriores, que a feira ficava lotada. Por conta da pandemia, vamos ter uma queda nas vendas com certeza”, contou o vendedor de maniva, Adenilson Trindade. Ele informou que mais próximo do Círio, os preços devem sofrer um reajuste. “Isso costuma sempre ocorrer, porque passamos a comprar o produto mais caro também”.

Quem antecipou as compras do almoço do Círio já sente o preços pesando mais no bolso. “Ano passado comprei a maniva crua por R$ 3 o quilo. Agora já estou encontrando a R$ 4, mas vou levar logo para garantir”, contou a autônoma Ana Lídia Duarte.

CONFIRA OS PREÇOS

l FEIRA DA PEDREIRA Na Feira da Pedreira, os preços encontrados foram os seguintes: maço de jambu (R$ 3); litro do tucupi (R$ 5), mas também é possível encontrar o mesmo produto sendo comercializado por até de R$ 17 o litro; a maniva crua está R$ 7 e a pré-cozida R$ 10. Já o frango inteiro está sendo comercializado por R$ 10. No local não há venda de pato

l FEIRA DA 25 Na Feira da 25, os preços encontrados foram: maço de jambu a R$ 3 , mas é possível comprar dois maços por R$ 5 pesquisando; o litro do tucupi (R$ 5); a maniva crua R$ 4 e a pré-cozida R$ 5. Já o frango inteiro está sendo comercializado por R$ 10 e o pato congelado R$ 35 o quilo.

l FEIRA DO GUAMÁ Na Feira do Guamá, os preços encontrados foram os seguintes: maço de jambu (R$ 3); litro do tucupi (R$ 5); maniva crua R$ 5 e a pré-cozida R$ 6. Já o frango inteiro está sendo vendido por R$ 8 e não há venda de pato.

l FEIRA DOVER-O-PESO

Os preços encontrados lá foram os seguintes: maço de jambu (R$ 2); litro do tucupi (R$ 5), mas também é possível encontrar até de R$ 10; maniva crua R$ 4 e a pré-cozida R$ 5. Já o frango inteiro está sendo comercializado por R$ 10 e o pato abatido na hora está saindo por preços que variam entre R$ 60 a R$ 80, a unidade.

RECEITAS

CHEF ENSINA RECEITA EXCLUSIVA

Para quem deseja inovar na receita do almoço do Círio, a chef Bebel Lima, do restaurante Sweet by Bebel Lima ensina uma receita que tem inspiração portuguesa, com toques regionais. “Quis fugir um pouco dos pratos mais tradicionais, como a maniçoba e o pato no tucupi, por isso criei um prato em que misturei a minha descendência portuguesa, com ingredientes daqui”. A inspiração foi o gratinado de bacalhau, que na versão paraense criada pela chef virou o gratinado de pirarucu com camarões. “Substitui o bacalhau pelo pirarucu que é um peixe regional, acrescentando ainda o camarão, o jambu e a banana da terra”. A receita preparada por Bebel serve até 10 pessoas, pode ser acompanhada de arroz branco e batata palha e tem um custo médio de R$ 120. A outra receita é o pato no tucupi .

Gratinado de pirarucu com camarões, banana da terra e jambu

Rendimento: 10 pessoas / Preparo: em média 1h

Ingredientes

- 1kg de pirarucu dessalgado em lascas médias a grandes

- 1kg de camarão rosa (M ou G) limpo e grelhado

- 2 cebolas (uma picada e a outra em cortes grandes)

- 5 dentes de alho

- 500 gramas de banana da terra

- 1,5 kg de batata asterix

- 1 maço de jambu

- 3 colheres (sopa) de azeite

- 100 ml de creme de leite

- 2 colheres (sopa) de manteiga

- 500 ml de leite integral

- 2 colheres (sopa) de farinha de trigo

- Caldo da cabeça do camarão ou um tablete de caldo de camarão ou de peixe

- Sal e pimenta a gosto

- Noz-moscada a gosto

Modo de preparo – Pirarucu e camarão

- Em uma frigideira, coloque o azeite, o alho e a cebola bem picadinhos e o pirarucu. Refogue e acrescente salsinha e sal, se necessário.

- Grelhe os camarões

- Reserve

Modo de preparo – Caldo camarão

-Doure as cabeças dos camarões em uma panela. Acrescente a cebola em cortes grandes e as cabeças de alho. Sal e pimenta do reino a gosto. Misture bem e deixe dourar por alguns minutos. Acrescente água até cobrir tudo e deixe ferver. Coe o caldo de camarão, volte para panela e deixe ferver. Reserve.

Modo de preparo – Jambu

Limpe o jambu, tire as flores. Coloque em uma panela com água, deixe dar uma fervida. Ele vai dar uma murchada, daí você coa e reserva.

-Dê uma leve refogada com manteiga, alho e cebola picados.

-Misture o Jambu aoscamarões refogados.

Modo de preparo – Banana frita

-Corte cada banana em três, de acordo com o seu comprimento (tipo filés de banana), ponha um pouco de óleo na frigideira e frite-as até dourarem. Reserve.

Modo de preparo –

Chips de batata

-Com um cortador de batatas em lâminas, fatie as batatas e reserve.

Modo de preparo - Purê de batata

Cozinhe um quilo de batatas, escorra e esprema.

-Em uma panela, acrescente a manteiga, a batata espremida e o creme de leite.

-Mexa acrescentando a noz-moscada, o sal e a pimenta, a gosto.

Modo de preparo - Molho branco

-Em uma panela, coloque manteiga e meia cebola picada e refogue.

-Em seguida, acrescente a metade do leite, 250 ml de caldo do peixe caseiro ou do tablete e deixe ferver.

-Passe no coador bem fino e volte para a panela.

-Misture com a farinha de trigo a outra metade do leite e acrescente na panela até engrossar.

-Corrija o sal, se necessário.

-Rale noz moscada a gosto

Modo de preparo - Montagem

-Em uma travessa, monte da seguinte forma molho branco, purê, pirarucu, purê, camarões com jambu, bananas fritas e vá intercalando até finalizar a travessa.

-No final, coloque uma camada de molho e monte as batatas fatiadas por cima.

-Pincele manteiga nas batatas para finalizar.

-Coloque no forno a 200°C por 25 minutos

PATO NO TUCUPI

Rendimento: 6 pessoas

Ingredientes

Para marinada

1 pato inteiro, com cerca de 3 kg

1 cebola em cubos

1 cenoura em rodelas

1 alho-poró em rodelas

1 talo de salsão em rodelas

1 folha de louro

1 ramo de tomilho

800 ml de vinho branco seco

Sal e pimenta-do-reino

Faça uma marinada com a cebola, a cenoura, o alho-poró, o salsão, o louro, o tomilho e o vinho, acrescente o sal e a pimenta-de-reino e o pato. Cubra-o com papel alumínio e deixe-o marinar nesse molho por 24 horas na geladeira.

Retire o pato da geladeira, corte-o e espere voltar à temperatura ambiente.

Depois aqueça uma panela com a manteiga e o azeite e acrescente a cebola picada e 4 dentes de alho amassados. Refogue bem até que a cebola comece a dourar. Adicione os pedaços de pato para selar.

Despeje o pato e o refogado em uma assadeira e leve ao forno preaquecido a 200º C por aproximadamente 1 h, até que o pato fique corado e macio.

Para o caldo do pato

3 L de tucupi

5 maços de jambu cru

7 dentes de alho

2 cebolas bem picadas

1 maço de chicória

Pimenta de cheiro a gosto

Lave o Jambu, retire as flores, coloque em uma panela com água fervente e uma pitada de sal, até ele murchar um pouco. Escorra e reserve.

Daí você ferve o tucupi com o alho inteiro ( apenas amassado), a cebola e a chicória. Acrescente o jambu no tucupi quente. Acrescente a pimenta-de-cheiro levemente amassada.

Quando o pato estiver bem macio, coloque-o dentro da panela com o tucupi e ferva novamente. Sirva quente e acompanhado de farinha grossa de mandioca e arroz branco!

Uma dica especial é a marinada, que faz toda diferença no sabor e maciez do pato.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS