Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

JÁ PENSOU?

Estudante propõe paradas de ônibus com painel solar e recarga para celular

O projeto apresenta uma proposta bem diferente da realidade encontrada em Belém

domingo, 27/09/2020, 08:15 - Atualizado em 27/09/2020, 10:09 - Autor: Suênia Cardoso


| Mauro Ângelo/Diário do Pará

Recentemente uma postagem nas redes sociais do estudante do 8º semestre de arquitetura, Camilo de Paula, 28 anos, chamou a atenção de quem utiliza, constantemente, transporte público em Belém. O post é uma proposta de parada de ônibus sustentável, com painel solar, teto verde, pontos de recarga para celular, wi-fi, área para bicicletário e iluminação própria.

A iniciativa, segundo o universitário, objetiva trazer ideias de sustentabilidade para a capital. “Acompanhei, nos últimos meses em Belém, muitas obras públicas, porém, desordenadas e sem o viés ambiental. Durante o curso de arquitetura sempre tive ideias de implantação de projetos sustentáveis e que tragam mais qualidade de vida aos usuários”.

O projeto, na visão de Camilo, é adaptável para determinadas áreas de Belém e, dependendo do espaço, contemplaria pontos de ônibus maiores ou menores, e alguns com área para bicicletário ou não. “A ideia é abranger a maior sustentabilidade possível”.

Mauro Ângelo/Diário do Pará
 

O DIÁRIO percorreu ruas de Belém e registrou a situação dos abrigos de ônibus, muitos sem cobertura ou deteriorados, sem bancos ou com o teto danificado. Moradores e usuários mostraram descontentamento com a falta de atenção dos órgãos públicos responsáveis pela urbanização na cidade.

Em uma das paradas, na avenida Pedro Álvares Cabral, o auxiliar de limpeza Raimundo Ferreira, 30, relatou a dificuldade na espera do transporte público debaixo do sol. “Enfrentamos sol e chuva e ainda há a demora do ônibus. É sempre essa dificuldade”.

No bairro da Sacramenta, a atendente Jéssica Costa, 31, também conta o que precisa enfrentar todos os dias no caminho para o trabalho. “Não tem uma parada decente, estão sem cobertura e precisamos nos esconder do sol, atrás de postes de iluminação. Moro aqui há mais de 22 anos e nunca teve um ponto de ônibus aqui, além da falta de sinalização”.

Em São Brás, onde há fluxo intenso de usuários de transporte coletivo, a situação nas paradas não é diferente. Francisco Menezes, 63, que trabalha como motorista, diz que quase não usa ônibus, mas observa o descaso existente.

Para Camilo, é possível ter em Belém intervenções urbanas sustentáveis e funcionais, aliadas à políticas públicas de conscientização e zelo pela estrutura. “Já existem no Brasil, no sul e sudeste, paradas sustentáveis. Ou seja, é possível implantar projetos como este e fazer com que todos zelem”.

Resposta

Em nota, a Prefeitura de Belém afirmou que existem 1.513 pontos de paradas de ônibus no município, sendo que, 570 possuem abrigos, cuja implantação depende de requisitos como: largura suficiente da calçada para ajustar o abrigo e dar espaço para a circulação de pedestre; não ser instalada em uma área tombada pelo patrimônio histórico, entre outros.

Acrescentou que a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) está realizando, desde o ano passado, a implantação de 200 novos abrigos em paradas de coletivos e licitou serviços para a manutenção de outros 200 que estão deteriorados.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS