Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SERVIÇO

Universidades oferecem atendimento e acompanhamento contra depressão

A doença é uma das principais causas de suicídio no mundo

domingo, 27/09/2020, 07:55 - Atualizado em 27/09/2020, 08:13 - Autor: Carol Menezes


| Divulgação

Durante todo o mês de setembro, o DIÁRIO abordou os detalhes e as dificuldades que cercam o enfrentamento do transtorno depressivo. Na maior parte dos casos, esse combate se torna muito mais difícil ou mesmo o quadro pode se agravar se não houver uma ajuda especializada. A boa notícia é que existe uma rede de apoio, gratuita, que oferece esse tipo de atendimento, seja virtual ou presencial, e que promove desde o acolhimento, diagnóstico e acompanhamento.

A Universidade Federal do Pará (UPFA) implementou a Clínica Psicológica Virtual, que oferece o serviço público de atendimento psicológico on-line, durante todo o período de isolamento social, para quem precisar receber acolhimento e orientações.

Para ter acesso, os interessados podem entrar no site, escolher um dos profissionais indicados na página e solicitar o atendimento via contato telefônico, nos dias e horários indicados para cada profissional - a equipe conta com 50, dentre supervisores, professores, psicólogos e alunos. No primeiro contato, será combinado com o(a) psicólogo(a) como o atendimento será realizado. Não há atendimento por mensagem ou por e-mail.

A professora Eunice Guedes, que coordena o serviço, conta que, ainda em 2018, foi criada uma rede de atendimento psicossocial para a comunidade acadêmica e para estudantes de origem indígena e quilombola, após relatos de preconceito e racismo sofridos não apenas dentro da universidade.

“No contexto da pandemia, outros professores que fazem parte do programa de pós-graduação em Psicologia da UFPA, além de alunos, se juntaram a esse grupo que já existia e ampliamos o acesso. É feito o acolhimento e o atendimento, que não tem tempo de validade, depende da demanda, da situação de cada pessoa que acessa a clínica virtual, do que ela necessita para melhorar, se estabilizar, melhorar sua ansiedade, angústia ou sofrimento psíquico”, detalha.

A profissional reforça que esse apoio é essencial, já que praticamente o mundo se viu obrigado a enfrentar situações completamente novas e não previstas, envolvendo o isolamento da rotina familiar, de trabalho, dos amigos, e até mesmo no processo de lutos e despedidas de entes queridos. “A crise trouxe uma nova configuração. Somos acostumados, principalmente aqui no Norte, a agregar, se relacionar, dialogar em festas e reuniões, é lugar comum. O impacto foi muito grande nas pessoas, e isso criou uma relação de angústia, de desesperança”, atesta Eunice.

Pelo menos 400 pessoas já foram atendidas desde março, e cerca de 100 estão recebendo algum tipo de atendimento no momento. Caso seja verificada a necessidade, a Clínica Virtual também realiza o encaminhamento para um Centro de Atenção Psicossocial (Caps) ou Hospital de Clínicas. “O acompanhamento é fundamental para melhorar a saúde mental em tempos tão adversos”, reforça.

UNAMA

Há 38 anos a Clínica de Psicologia da Unama (Clipsi) funciona como um espaço de prestação de serviços objetivando a prática profissional de alunos-estagiários do 8º, 9° e 10° semestres do curso de Psicologia. Está habilitada junto ao Conselho Regional de Psicologia (CRP 10) para o atendimento psicoterapêutico de crianças, adolescentes e adultos e idosos.

Lá a psicoterapia é realizada uma vez por semana pelos alunos-estagiários, com supervisão de um preceptor e um professor. A duração desse acompanhamento varia de acordo com o próprio paciente, levando-se em consideração sua melhora no decorrer de todo processo. Se faltar em duas sessões consecutivas, a interrupção pode ser determinada pelo aluno. Cada sessão dura, em média 50 minutos.

“A principal importância é que possibilitamos às pessoas o autoconhecimento, a solução de conflitos e, consequentemente, a saúde mental. Através do processo psicoterapêutico, o paciente e/ou cliente consegue, através das intervenções realizadas, olhar para si mesmo, pensar e refletir nas razões que levam a determinados comportamentos ou atitudes, relacionadas a uma área ou áreas de sua vida”, avalia Luzia Aquime, psicóloga e coordenadora do curso de Psicologia da Unama.

No ano passado, foram mais de cinco mil atendimentos feitos pela Clipsi, variando entre individual, e o plantão psicológico. Localizada no campus Alcindo Cacela, 1º andar do bloco F, funciona de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 12h e de 13h às 20h. Para outras informações, o telefone é (91) 4009-3012.

CVV

Atendimento

l Pelo 188, é possível buscar apoio psicológico junto aos atendentes do Centro de Valorização da Vida (CVV), presente no Pará há mais de 40 anos. Instituição civil sem fins lucrativos que oferece apoio emocional e prevenção do suicídio de forma inteiramente gratuita, o CVV está fisicamente presente em Belém e em Santarém, e todos os anos realiza campanha para aumentar o número de voluntários que recebem as ligações - sem tempo máximo oumínimo de limite.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS