Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

OBRAS DE DRENAGEM

Demora em obra da Prefeitura segue provocando transtornos na João Paulo II

Durante todo o dia, mesmo com promessa da prefeitura, a João Paulo II permaneceu interditada.

sábado, 26/09/2020, 07:08 - Atualizado em 26/09/2020, 08:43 - Autor: Wesley Costa/Diário do Pará


Os motoristas tiveram que ser pacientes no trânsito que estava complicado com o fluxo de veículos intenso desde as primeiras horas do dia.
Os motoristas tiveram que ser pacientes no trânsito que estava complicado com o fluxo de veículos intenso desde as primeiras horas do dia. | Celso Rodrigues/Diário do Pará

Moradores do bairro do Curió Utinga, em Belém, viveram mais um dia de transtornos por conta das obras de drenagem na avenida João Paulo II. Na manhã de ontem (25), a equipe de reportagem do DIÁRIO esteve no local onde a prefeitura de Belém realiza os serviços que tem como promessa cessar o problema crônico de alagamento da principal via e de ruas transversais do bairro.

Os motoristas tiveram que ser pacientes no trânsito que estava complicado com o fluxo de veículos intenso desde as primeiras horas do dia.

Em nota enviada ao final da manhã da última quinta-feira (24), a Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) disse que as obras no trecho próximo ao Parque Estadual do Utinga, sentindo Belém / BR-316, estaria concluída até essa sexta-feira, e posteriormente passaria a atuar na pista contrária, no sentido de entrada da capital, porém, a cena encontrada foi outra.

Incêndio toma conta de mata próxima a residencial em Outeiro. Veja!

Até o final do dia, o maquinário pesado da obra ainda estava na pista, além de um conjunto de tubulações e uma grande quantidade de terra que impediam a passagem. Placas sinalizando a interdição na rua João Paulo, que se estende paralela à avenida principal, e seria liberada na tarde do dia anterior para o trânsito de carros de passeios e motocicletas, também não foram removidas como havia prometido a gestão municipal.

A situação causou estranheza em moradores que já aguardavam pela liberação da via e o início da segunda etapa dos serviços. Por lá, agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) não foram vistos fazendo a orientação de condutores e do fluxo dos veículos.

A comerciante Marinete Dantas, 48 anos, disse que há mais de 30 anos nutre a esperança de poder caminhar em frente a sua própria casa sem ter que molhar os pés. “Essa água que fica empoçada aqui nunca escoa totalmente. Quando é no período de inverno piora ainda mais e tudo vai para o fundo”, conta.

Procurada para esclarecer dúvidas sobre o que antes havia sido afirmado, mas que não foi registrado pela reportagem, a prefeitura de Belém apenas manteve o posicionamento sobre a execução dos serviços que estavam previstos e não deu mais detalhes sobre o cronograma e das próximas etapas.

Campanhas eleitorais começam domingo (27); veja as regras

O problema do vazamento identificado na última quinta-feira (24) pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) em uma adutora que passa pelo mesmo trecho da obra, foi solucionado dentro do horário previsto.

Em nota, a companhia informou que o reparo foi concluído às 5h40 da manhã de ontem (25), e que o abastecimento de água foi regularizado gradativamente nos bairros atingidos pela interrupção do serviço. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SeMOB) informou que até este final da semana divulgará o desvio de trânsito para a nova etapa de fechamento.

Mesmo à noite e até o fechamento desta edição, não houve a reabertura da João Paulo II. Os blocos de concreto seguiam fechando a via, além de ainda contar com as máquinas no local, que impactou novamente no engarrafamento da avenida Almirante Barroso.

Da mesma forma, o sentido contrário da via, que segundo a PMB receberia a nova etapa da obra continuou aberto aos veículos durante a noite. (Com informações de Alexandre Nascimento)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS