Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

FIQUE ATENTO

Usar celular na tomada traz riscos de explosões e choques

terça-feira, 15/09/2020, 08:04 - Atualizado em 15/09/2020, 08:04 - Autor: Michelle Daniel


A orientação é usar o celular depois que ele carregar, fora da tomada
A orientação é usar o celular depois que ele carregar, fora da tomada | Celso Rodrigues

Uma das atitudes de quem não consegue desgrudar do aparelho telefônico é continuar utilizando quando ele está conectado à tomada. No entanto, essa atitude é altamente perigosa, pois pode trazer uma série de riscos para o usuário, como explosões ou descargas elétricas, acidentes que podem ser fatais.

De acordo com Alex Fernandes, executivo de Segurança da Equatorial Pará, o superaquecimento do aparelho é o principal problema durante o carregamento da bateria, especialmente em celulares com as opções de carga “rápida” ou “turbo”, devido à grande quantidade de energia e volts utilizada na ação. “O ideal é deixar o celular carregando sem mexer nele, pois enquanto carrega o aparelho fica esquentando e, quando é manuseado, esquenta mais e fica ainda mais exposto ao risco de explosão”, orienta.

A atitude é tão grave que nos últimos cinco anos, a empresa teve conhecimento de três casos fatais que foram registrados no Estado, sendo duas delas em Santarém e uma em Santa Maria do Pará. A mais recente ocorreu no último dia 23 de agosto, em Santarém. Um menino de 11 anos morreu após sofrer descarga elétrica enquanto usava o celular que estava carregando em sua casa. A criança ainda chegou a ser socorrida para o hospital, mas não resistiu à parada cardiorrespiratória. Horas antes ao acidente, choveu por quase 12h naquela cidade e, durante a madrugada anterior, houve registro de raios.

“As ocorrências envolvendo descarga elétrica podem causar acidentes graves, com queimaduras de segundo e terceiro grau e também acidentes com vítimas fatais. Além de curtos-circuitos na rede causando interrupção no fornecimento de energia elétrica”, afirma Alex sobre os prejuízos que essa atitude pode gerar para o ser humano e também para a rede elétrica.

ELETRODOMÉSTICOS

Ainda segundo o executivo, o ideal é evitar utilizar, não só o celular que estiver recebendo carga, mas qualquer outro eletrodoméstico durante uma chuva intensa com muitos raios. “As descargas atmosféricas podem penetrar na rede elétrica, atingir o carregador do telefone, ou de outro equipamento eletrônico, e causar uma fatalidade”, ressalta. Além disso, Fernandes diz que não é recomendado carregar o celular em ambientes úmidos, seja um banheiro cheio de vapor ou nas proximidades de uma piscina, “porque a água é uma boa condutora de eletricidade, potencializando o risco de curto e de choque elétrico”.

As condições da fiação elétrica da residência e do interruptor também podem ser perigosas. Por isso, é recomendado fazer uma manutenção periódica em toda fiação elétrica do imóvel para que não haja esse e outros tipos de acidentes dentro das residências. “Outro fator importante para esse tipo de acidente é a facilidade de quebra dos cabos, que faz com que muitos usuários optem à aquisição de carregadores ‘piratas’, que acabam deixando o perigo mais evidente”.

“É importante ter cuidados com as tomadas, com fios elétricos que possam estar desencapados e com o ato de ligar vários aparelhos em uma mesma tomada com os ‘benjamins’, o que pode ocasionar curto-circuito e interrupção no fornecimento de energia”, acrescenta o representante da Equatorial.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS