Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

ESTUPRO

Começa hoje audiência de instrução e julgamento do comparsa do 'Maníaco de Marituba' 

sexta-feira, 11/09/2020, 10:32 - Atualizado em 11/09/2020, 10:32 - Autor: Paloma Lobato


Audiência de Instrução e Julgamento é um dos atos processuais com a finalidade de produção de provas orais. Para isso, tem a oitiva dos réu e testemunhas.
Audiência de Instrução e Julgamento é um dos atos processuais com a finalidade de produção de provas orais. Para isso, tem a oitiva dos réu e testemunhas. | Reprodução

Está marcada para esta sexta-feira (11), a Audiência de Instrução e Julgamento do réu Jederson Menezes Alves, 20 anos, no Fórum de Marituba. O processo está em andamento na Vara Criminal do município, que tem à frente o juiz Iran Sampaio.

O réu responde pelos crimes de corrupção de menores em relação ao adolescente, latrocínio e ocultação de cadáver de Samara Duarte, latrocínio de Jennifer Karen e latrocínio tentado e estupro de Jéssica Cristina.

Em janeiro, o juízo criminal aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Publico do Estado do Pará (MPPA) contra Jederson Menezes Alves, de 20 anos. Ele está preso preventivamente desde o dia 13 de janeiro.

Os dois atraíam as vítimas com a falsa promessa de emprego, mas eram agredidas e violentadas.
Os dois atraíam as vítimas com a falsa promessa de emprego, mas eram agredidas e violentadas. Reprodução
 

A defesa do réu ingressou com dois habeas corpus no 2º Grau, mas foram negados pelo Tribunal de Justiça do Pará.

O adolescente envolvido no caso foi julgado e sentenciado com medida de internação pela vara competente de ato infracionais e medidas socioeducativas.

O juiz permitirá a captura de imagens pela imprensa, desde que as partes não se manifestem ao contrário. Em função das medidas de prevenção ao contágio da Covid-19 adotadas pelo TJPA, o réu será ouvido por videoconferência do estabelecimento penal, assim como o adolescente, que está na unidade de medida socioeducativa.

Também foram intimadas para audiência testemunhas arroladas pelo Mistério Público e pela defesa. A promotora Mônica Rocha participará da audiência.

Samara Mescouto e Jennyfer Monteiro foram mortas após serem estupradas e espancadas pelos criminosos.
Samara Mescouto e Jennyfer Monteiro foram mortas após serem estupradas e espancadas pelos criminosos. Reprodução
 

Leia mais:

Justiça decreta a internação do 'Maníaco de Marituba'

"Maníaco de Marituba" é apreendido após fazer quatro vítimas e matar uma mulher

Entenda os crimes

Os dois criminosos atraíam as vítimas usando perfis falsos nas redes sociais. Eles se passavam por mulheres em busca de procedimentos estéticos, em seguida, marcavam encontro com as vítimas em um local público. 

Quando as vítimas chegavam ao local combinado, o adolescente, que chegava de bicicleta ou moto, se dizia esposo da cliente ou mototaxista de confiança e dizia que as levaria até a residência onde ocorreria o atendimento estético. Ao longo do percurso, as mulheres eram atacadas e levadas para o mato, onde ocorriam as agressões, estupros e roubos. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS