Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

"MACEDÔNIA"

PF faz operação de combate a fraudes em benefícios previdenciários no Pará

quinta-feira, 10/09/2020, 08:40 - Atualizado em 10/09/2020, 08:39 - Autor: Com informações da Ascom da PF


| Reprodução/Ascom PF

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (10), a operação “Macedônia”, que visa desarticular fraudes na concessão de benefícios previdenciários, em especial a concessão de Amparo Social ao Idoso, delito praticado por servidor do INSS. A ação contava com a participação de funcionário dos Correios responsável pela emissão de CPF´s.  

Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois em Belém e dois em Salvaterra, na região do Marajó. Dos locais de busca e apreensão, uma será realizada no INSS em Belém, e outra na agência dos Correios em Salvaterra. Além disso, os investigados serão afastados de suas funções.

A ação contava com a participação de funcionários dos Correios.
A ação contava com a participação de funcionários dos Correios. Reprodução/Ascom PF
 

Durante as investigações, foi verificada a concessão de diversos benefícios irregulares, através da criação de CPF´s em nome de pessoas fictícias, assim como pelo uso de RG´s falsos.

Leia mais:

Proposta de Jader preserva FNDE e FIES da PEC dos Fundos

Supermercados irão orientar a população a trocar arroz por macarrão

Segundo o Núcleo Regional da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Pará, o servidor do INSS investigado continua concedendo benefícios com sérios indícios de fraude, o que comprova a atualidade e a continuidade da conduta delitiva.

Os envolvidos responderão pelo crime de estelionato previdenciário, falsificação de documento público e particular, uso de documento falso, dentre outros.

O nome da operação é uma alusão à expansão das fraudes previdenciárias, assim como ocorreu a expansão do Império Macedônico.

| Reprodução/Ascom PF
A ação contava com a participação de funcionários dos Correios.
| Reprodução/Ascom PF

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS