Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
33°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

MANIFESTAÇÃO

Familiares e amigos de Cleide Moraes saem às ruas para pedir Justiça

sábado, 01/08/2020, 14:41 - Atualizado em 01/08/2020, 16:21 - Autor: Lana Oliveira


| Divulgação

Na tarde deste sábado (01), familiares e amigos da cantora paraense Cleide Moraes saíram ás ruas do bairro Jurunas, em Belém, para cobrar Justiça.

Ontem (31), foi  expedido o alvará de soltura de Victor Hugo dos Reis Morais, de 25 anos, motorista acusado de estar embriagado e ter provocado o acidente de trânsito que matou a cantora, no último domingo (26), em Santa Bárbara.

 A decisão que concedeu a liberdade ao acusado foi da juíza Edilene de Jesus Barros Soares, da Vara Criminal de Benevides. A juíza concedeu liberdade provisória ao acusado, após pagamento de fiança de R$ 10.450,00.

Após a soltura, foi determinado que Victor Hugo Morais não pode se ausentar da comarca sem autorização da Justiça; além de não poder frequentar bares, casas noturnas, casas de jogos. O acusado também não poderá sair de casa após às 22h. Caso não cumpra, ele pode ter a prisão preventiva decretada.

Leia também:

Justiça decreta fiança e motorista de acidente que matou Cleide Morais pode ser solto

Vereador aciona MPPA para recorrer da decisão que decretou fiança ao motorista

Polícia encontra latas de cerveja no carro que atingiu e matou Cleide Moraes

Cleide Moraes, conhecida como a rainha da saudade, voltava de um show no distrito de Icoaraci, e estava a caminho de Mosqueiro quando teve o veículo atingido por um carro de passeio, pilotado por Victor Morais, que trafegava em alta velocidade, no sentido contrário. A artista não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O músico Miguel Marques, que estava no carro com Cleide, foi levado para o Hospital Metropolitano e recebeu alta na manhã de segunda (27).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS