Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

VEJA O VÍDEO

Família de paciente morta se revolta e invade UPA em Belém

sexta-feira, 31/07/2020, 19:28 - Atualizado em 31/07/2020, 20:27 - Autor: Diário Online


| Reprodução

Um vídeo que circula nas redes sociais, nesta sexta-feira (31), mostra familiares de uma idosa revoltados na Unidade de Pronto Atendimento da Terra Firme, localizada na avenida Perimetral, em Belém. A vítima  morreu no local após receber atendimento.

De acordo com os familiares, a idosa chegou na UPA da Terra Firme há dois dias, com dor no estômago, onde foi aplicado uma injeção de morfina e, após observação, ela recebeu alta. Entretanto, no mesmo dia, a paciente passou mal novamente e morreu.

Uma mulher, que não foi identificada, disse ainda que, na UPA estavam afirmando que a idosa tinha morrido de Covid-19, embora a família alegasse que ela não apresentava sintomas. Ainda devido ao disgnóstico da doença, a família estava impedida de realizar o velório.

Revoltados, familiares entraram na recepção da UPA e jogaram no chão cadeiras que estavam no local. Eles pediam ainda para falar com o diretor do local e que medidas fossem tomadas.

Veja o vídeo:

A Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) informou que a família adentrou a UPA Terra Firme questionando o caso de uma paciente que deu entrada no local na quarta-feira (29) com quadro de dor abdominal.

"A paciente foi atendida, medicada, realizou os exames e recebeu alta. A família relatou que ontem (30) o quadro se agravou e ela dirigiu-se ao Pronto Socorro do Guamá, onde realizou novos exames, inclusive para suspeita de Covid-19", explicou a secretaria em nota.

"A paciente evoluiu a óbito no Guamá, entretanto, a família questionou a conduta médica e cobrou o fato dela não poder ser velada, solicitando a alteração na causa mortis. A Sesma ressalta que todos os procedimentos médicos foram adotados no atendimento à paciente", completou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS