Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

EDUCAÇÃO

Escolas particulares fazem carreata por volta às aulas presenciais

quinta-feira, 30/07/2020, 07:35 - Atualizado em 30/07/2020, 08:30 - Autor: Wesley Costa


Entidades querem o retorno das aulas presenciais no Pará
Entidades querem o retorno das aulas presenciais no Pará | Ricardo Amanajás

A União das Escolas do Pará (Unesc) e mantenedores de escolas particulares da capital e demais municípios do Estado, realizaram uma carreata nesta quarta-feira (29), para pedir a volta gradativa das aulas na rede privada de ensino, a partir do mês de agosto. Segundo a Unesc, as escolas já estão preparadas para retomar as atividades, seguindo todos os protocolos de segurança sanitária e proteção contra a Covid-19.

O ato iniciou na praça dos estivadores e seguiu até a Assembleia Legislativa do Estado do Pará, no bairro da Cidade Velha, em Belém, onde uma comissão formada seria recebida pelos deputados Victor Dias e Gustavo Seffer. Ao todo, 52 veículos participaram da manifestação. “Nós queremos aqui mostrar a sociedade e as autoridades que estamos preparados para receber os alunos nas escolas de maneira responsável e tranquila”, disse o representante da Unesc, professor Eduardo Correio.

Segundo Eduardo, no primeiro momento da retomada, apenas 25% dos alunos voltariam às salas de aula. “Além dessa medida, também estaríamos implantando um sistema de rodízio”, explicou o representante. O protocolo prevê ainda que, “os alunos que por algum motivo não puderem ir à escola, poderão continuar com as aulas de forma on-line”, garante o representante.

Em nota, o Sindicato das Escolas Particulares informou que o retorno das aulas no segmento particular está previsto para o próximo mês, mas que a data só será definida quando esse retorno for autorizado pelos governos estadual e municipal e pelas autoridades sanitárias. O Sindicato afirma que os estabelecimentos de ensino particulares já finalizaram as adaptações necessárias para atender todos os protocolos sanitários que regem o retorno das atividades presenciais.

Em nota, a Coordenação do projeto Retomapará informa que vem se reunindo com a categoria e com a equipe técnica para avaliar o retorno das aulas presenciais de forma segura no Pará, mas até o momento, ainda não é possível apontar uma data de reinício. Já a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Divisão de Vigilância em Saúde informa que está acompanhando diariamente os estudos em curso sobre o percentual de infectados para alcançar a imunidade de rebanho para a Covid-19. Até o momento, não há estudos conclusivos para embasar qualquer afirmação.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS