Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SUSPENSO DESDE ABRIL

Via do BRT se populariza como opção para prática de exercícios 

terça-feira, 28/07/2020, 21:23 - Atualizado em 28/07/2020, 21:37 - Autor: Igor Wilson


Max pedala tranquilamento. Ao seu lado, o intenso trânsito de ônibus e caminhões em Icoaraci. Ao fundo, o Hospital Abelardo Santos, onde estão internados vários pacientes com covid-19.
Max pedala tranquilamento. Ao seu lado, o intenso trânsito de ônibus e caminhões em Icoaraci. Ao fundo, o Hospital Abelardo Santos, onde estão internados vários pacientes com covid-19. | Igor Wilson

Com a falta ou o fechamento de espaços públicos destinados a práticas de exercícios físicos, o belenense tem tido que se virar para manter a saúde em dia durante a pandemia. Suspenso desde o dia 1º de abril, o BRT se tornou a opção de centenas de pessoas. Alguns utilizam as vias para retornar para casa após um dia de trabalho. Outros optam por fazer caminhadas ou corridas. E ainda há quem use as vias do recém inaugurado sistema BRT para pedalar.

Sistema BRT Belém permanece suspenso até 30 de julho

A cena tem se tornado comum. No início da manhã ou no final da tarde as pessoas começam a chegar. Curiosamente, a tranquilidade de quem faz seu exercício físico contrasta com a energia de pressa característica do trânsito da avenida Augusto Montenegro nesses horários. São duas largas vias que por causa da pandemia ficaram totalmente disponíveis para a população.

“Hoje é meu primeiro dia de pedalada. Alguns amigos me convenceram. Onde moro não tem opção de andar de bicicleta como aqui. Hoje meu desafio é chegar até a Centenário e voltar. Coloquei a máscara e vim me embora”, diz Max Castanheira, que mora no conjunto Recanto Verde, em Icoaraci, distrito de Belém.

Mesmo com o período de pandemia, muitas pessoas optam por fazer caminhadas em grupos.
Mesmo com o período de pandemia, muitas pessoas optam por fazer caminhadas em grupos. Igor Wilson
 

Para Ana Célia, moradora do bairro das Águas Negras, também em Icoaraci, deu 18h é hora de sair para sua caminhada. Desde a segunda quinzena de abril ela e uma amiga caminham nas vias do BRT, sempre de máscara. O trajeto é curto. Ana ainda tem medo dos carros que passam pelo local, mas diz que vale a pena fazer exercício ali. 

"Eu antes ia caminhar no pistão perto de casa, mas lá é muito escuro. Aqui, apesar dos carros as vezes que passam, estamos vendo movimento, ficamos mais tranquilos até, já viu!?", diz.

Homem corre tranquilamente. Ao fundo vê-se também tráfego de motocicletas.
Homem corre tranquilamente. Ao fundo vê-se também tráfego de motocicletas. Igor Wilson
 

Apesar de ter se popularizado, a utilização das vias do BRT para a prática de exercícios oferece perigos e é preciso estar atento. Apesar de proibido, ainda há tráfego de veículos pelas vias proibidas, além de viaturas e ambulâncias, devidamente autorizadas. Já houve casos de ciclistas e pedestres atropelados no BRT durante o período de suspensão.

Os corredores e ciclistas como Max continuarão aproveitando esta rara oportunidade de ter a disposição, as duas largas vias do BRT exclusivamente para eles, mas por pouco tempo.

A Prefeitura de Belém prevê a reabertura do sistema até quinta-feira, 30 de julho. Se não houver mudança no previsto, Max e dona Ana terão que praticar exercícios em outro local.

Hoje, Max está satisfeito. Conseguiu seu objetivo do dia. Amanhã, já pretende ir um pouco mais longe. Na quinta já planeja a despedida.

 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS