Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DESPEDIDA

Velório da cantora Cleide Moraes será na sede do Rancho

segunda-feira, 27/07/2020, 15:16 - Atualizado em 27/07/2020, 15:16 - Autor: Diário Online


Cleide Moraes morreu em um acidente de trânsito na estrada de Mosqueiro.
Cleide Moraes morreu em um acidente de trânsito na estrada de Mosqueiro. | Reprodução

O velório da cantora Cleide Moraes será realizado na sede da escola de samba "Rancho Não Posso Me Amofiná", no bairro do Jurunas, em Belém. A eterna "Rainha da Saudade" morreu na noite do último domingo (26) em um acidente de carro na estrada de Mosqueiro, distrito da capital paraense.

Cleide Moraes, a Rainha da Saudade, morre em acidente na estrada de Mosqueiro

Cleide Moraes se apresentou em aniversário horas antes da tragédia

Som e saudade: assista a última live de Cleide Moraes


O corpo da cantora já foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML). 

“O corpo será velado no Rancho, mas com critérios e cuidados por causa da pandemia. Ele tinha uma legião muito grande fãs e todos querem se despedir. Infelizmente, uma tragédia. Perdi uma grande amiga”, desabafou Janilson Bolero, diretor do Rancho e amigo da cantora.

Já o enterro, segundo Janilson, será na terça-feira (28), às 9h, no cemitério São Jorge, no bairro da Marambaia, em Belém.

A cantora, que marcou época na música paraense, estava voltando de uma apresentação junto com o músico Miguel, quando a Kombi em que estavam colidiu com outro veículo que vinha na via oposta. Testemunhas disseram que o motorista do veículo que colidiu com a Kombi estava embriagado, informação ainda não confirmada pelas autoridades.

HOMENAGENS

Nas redes sociais, internautas lamentaram a morte da cantora e também prestaram homenagens. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Cultura (Secult) disse que recebeu com pesar a notícia da morte da cantora Cleide Morais, que era uma artista muito querida, generosa e batalhadora que, com sua voz marcante embalou gerações de casais e fãs apaixonados pelo brega e pelos boleros que marcaram época.

Neste momento de dor, a Secult se solidariza com familiares e amigos, reiterando os votos de pesar pela grande perda da "Rainha da Saudade".


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS