Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

ESQUENTANDO TAMBORINS

Escolas de samba de Belém movimentam o fim de semana em shows online

sábado, 25/07/2020, 09:07 - Atualizado em 25/07/2020, 09:07 - Autor: Wal Sarges


A Grande Família apresenta a live “Sorria Amor” relembrando sambas-enredo marcantes.
A Grande Família apresenta a live “Sorria Amor” relembrando sambas-enredo marcantes. | Juliana Aleixo

Os amantes do samba têm a oportunidade de matar um pouco da saudade de cantar junto com a sua escola do coração, com as transmissões ao vivo que ocorrem neste sábado, 25, e domingo, 26. “Sorria, Amor” é a live da Associação Carnavalesca A Grande Família, que se apresenta hoje, a partir das 17h, pelo Facebook (@acagf) e YouTube da escola. Já no domingo, será a vez das escolas do grupo especial de Belém realizarem sua primeira live conjunta, também a partir das 15h, pelos canais oficiais da ESA no YouTube e no Facebook.

Relembrando sambas-enredo que marcaram carnavais, a Grande Família apresenta também a trajetória da escola. São convidados os intérpretes Andrezinho do Império, Ronaldo Maciel, Laurindo Carmona e Paulo Ivan.

Com apresentação de Jaime Machado, esta é a primeira live da Grande Família. “Serão três horas de show, direto do estúdio, com muitas emoções, uma delas, a gente já pode contar: o Théo Pérola Negra vai dar um depoimento sobre sua trajetória na Grande Família”, diz a diretora de comunicação Cíntia Luna

A ideia da live surgiu para ajudar as pessoas que estão passando por dificuldades neste período. “Por não estarmos movimentando a quadra com nossas atividades normais, a escola tem tido um enorme desafio para pagar funcionários contratados para o carnaval, como carnavalescos, porta-bandeira, porta-estandarte e outros. Por mais que sejam poucas arrecadações, a gente consegue honrar nossos compromissos. Além disso, a live proporciona uma troca entre o público e o carnaval”, afirma Cíntia.

Músicos querem que prefeitura libere som ao vivo em bares de Belém

Live vai homenagear Ilha de Mosqueiro neste sábado (25)

Ela diz ainda que neste ano a Grande Família tinha muitos projetos que beneficiariam a comunidade, porém os planos foram interrompidos pela pandemia. “Daríamos início a cursos profissionalizantes, mas nossos projetos foram afetados. É um momento delicado, pela perda de pessoas da comunidade e de carnavalescos. Com esse cenário, a gente acaba não tendo espaço para manter nossa arte”.

Domingo tem escolas do Grupo Especial

Com a missão de reforçar a importância do carnaval, as escolas do grupo especial de Belém realizam amanhã, 26, a sua primeira live conjunta, a partir das 15h, pelos canais oficiais da ESA no YouTube e no Facebook.

Nove escolas de samba integram o Grupo A (Grupo Especial). São elas: Rancho Não Posso me Amofiná, Quem São Eles, Embaixada de Samba Império do Pedreirense, Acadêmicos da Pedreira, Piratas da Batucada, Deixa Falar, Bole-Bole, Matinha e Xodó da Nega.

A programação traz vários cantores e músicos das escolas, com a apresentação de Jaime Machado. Usando o slogan “Carnaval é necessário”, a programação também mostrará a cadeia de empregos, dificuldades financeiras e políticas públicas necessárias para manter a festa viva.

A live será transmitida direto do estúdio da G2 Comunicações, no bairro do Umarizal, onde já aconteceram outras lives. “O carnaval é necessário. É isso que queremos dizer ao público, que estamos de pé é preciso levar alegria e entretenimento às pessoas em casa. Serão tocados três sambas-enredo de cada escola ou um pot-pourri”, ressalta a vice-presidente do Rancho, Glória Luna.

Cada escola deve levar dois de seus cantores. Pelo Rancho, a live contará com as presenças dos intérpretes Darley Darlan e Helinho Moreno, do mestre de bateria Kaká e mais quatro ritmistas. O diferencial, segundo Glória, é a distância do público, porém a alegria é igual. “É muito diferente porque você está fazendo live para câmera, mas estará levando alegria para casa das pessoas”, reflete ela, lembrando que o Rancho apresentou seu enredo de 2021 (Ilha das Maravilhas e o Mundo Perdido dos Marajós e o Arquipélago que Encanta) via live, em junho, e que em agosto fará seu festival de samba-enredo em outra live.

“A live da ESA, além de demonstrar união entre as escolas de samba, é uma grande oportunidade delas se comunicarem com seu público, mesmo que remotamente”, diz o presidente da Bole-Bole, Herivelton Martins.

A escola Xodó da Nega participa com Carioquinha e Luiz Oliveira, apresentando sambas como “Auto do Círio”, adianta o presidente Júnior Sena. Já a Matinha conta com as presenças do mestre de bateria Binho Setúbal e do cantor Luizinho Moura. “É uma forma que encontramos de ajudar as pessoas mais carentes de nosso bairro, onde há grande número de autônomos que estão passando dificuldades”, afirma o presidente da Matinha, Rodolfo Trindade.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS