Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

MODELO

Governo do Estado e Exército discutem sobre ensino da Escola Militar de Belém

quarta-feira, 22/07/2020, 23:43 - Atualizado em 22/07/2020, 23:42 - Autor: Ag. Pará


| Ag. Pará

O governador Helder Barbalho recebeu, na manhã desta quarta-feira (22), o diretor de Educação Preparatória e Assistencial do Exército Brasileiro, general de divisa Francisco Carlos Machado.

O encontro foi intermediado pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) e teve como objetivo integrar as secretarias de governo e o modelo de ensino desenvolvido pela Escola Militar de Belém, coordenada pelo Exército. 

Participaram ainda da reunião a presidente do CEE, Betânia Fidalgo; a secretária de Estado de Educação, Elieth Braga; o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica, Carlos Maneschy; a deputada estadual Nilse Pinheiro e o diretor da Escola Militar de Belém, tenente-coronel Talmo, além dos secretários adjuntos da Seduc Regina Pantoja e Alexandre Buchacra.

Os representantes da Escola Militar de Belém relataram que já usam a plataforma na modalidade a distância (EAD) antes mesmo da pandemia nos locais onde não existem colégios militares.

A titular da Seduc destacou a importância da troca de experiências e apresentou as tratativas em curso para a implementação, na rede estadual, das escolas cívico-militares.

Segundo ela, inicialmente o projeto piloto, no Pará, compreende quatro escolas que participam, neste primeiro ano de implantação, do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (PECIM). São elas: Waldemar Henrique (Benguí/ Belém), Francisco Paulo do Nascimento Mendes (Icuí/ Ananindeua), José de Alencar (Santarém) e Castelo Branco (Paragominas). 

"Durante o encontro, ficou a proposta de promovermos um evento para apresentar o projeto político pedagógico das escolas cívico-militares de excelência, como forma de compartilhar as experiências exitosas", informa Elieth Braga. O evento será presencial e ocorrerá após a pandemia.

Sobre o reinício das aulas, o Colégio Militar de Belém encaminhará ofício ao CEE para reiniciar as atividades escolares no mesmo período de retorno das escolas privadas, uma vez que a instituição está preparada com todos os protocolos de segurança sanitária.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS