Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DENUNCIADO

Diocese de Abaetetuba expulsa padre acusado de pedofilia

quarta-feira, 24/06/2020, 20:21 - Atualizado em 24/06/2020, 21:03 - Autor: Diário Online


Igreja matriz de Abaetetuba: história chocou a cidade
Igreja matriz de Abaetetuba: história chocou a cidade | Reprodução/Internet

Um padre membro da Diocese de Abaetetuba, na região nordeste do Pará, foi expulso da congregação no último domingo (21), após ser acusado de ter estuprado uma criança de 8 anos. 

O crime foi denunciado pela vítima, que hoje possui 26 anos e carrega diversos traumas ligados aos abusos sofridos pelo sacerdote católico Padre José Elpídio Costa da Silva, conhecido popularmente como Padre "Zezinho".

Após a denúncia a Diocese abriu um inquérito para apurar a acusação. Após a conclusão, comprovando o crime, o padre foi imediatamente demitido da igreja.

A decisão e a revelação pública da identidade do sacerdote se dá na esteira da decisão histórica do papa Francisco, no final do ano passado, que aboliu o chamado segredo pontifício, que permitia a igreja omitir da Justiça acusações como as de abuso sexual e estupro.

DENUNCIADO NAS REDES SOCIAIS

O jovem publicou vídeos em suas redes sociais confrontando a versão dada por padres da congregação em Moju, também no nordeste do estado, que, segundo a vítima, estaria sendo conivente com o pedófilo.

A Diocese de Abaetetuba se manifestou nesta quarta-feira (24), afirmando condenar qualquer ato contra a integridade física das pessoas, sobretudo, das crianças.

O Bispo José Maria disse que a Diocese decidiu demitir imediatamente o padre assim que o inquérito foi concluído. Veja:


A denúncia do jovem foi feita somente á igreja e o padre envolvido ainda não foi interpelado criminalmente.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS