Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

AUXÍLIOS E BENEFÍCIOS

Veja como fazer render a grana extra na pandemia

quarta-feira, 24/06/2020, 07:35 - Atualizado em 24/06/2020, 07:35 - Autor: Luiz Guilherme Ramos


Com a liberação de alguns recursos financeiros do governo durante a pandemia de Covid-19, especialista orienta as famílias a organizar as finanças da casa
Com a liberação de alguns recursos financeiros do governo durante a pandemia de Covid-19, especialista orienta as famílias a organizar as finanças da casa | Reprodução

A avalanche viral provocada pelo novo coronavírus causou estragos em todo mundo. Economias estabilizadas tiveram perdas significativas. A queda em efeito cascata colidiu com a classe trabalhadora, deixando um lastro de crise pouco visto antes. Com isso, os governos têm disponibilizado alguns auxílios, com injeções financeiras na população, aumentando a circulação de dinheiro e um suspiro a mais para quem mais necessita, além de aquecer o comércio, que ainda não retomou o ritmo habitual em várias regiões do País.

O primeiro a ser liberado para o trabalhador foi o auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200, que está sendo pago em três parcelas. Já no dia 30 de junho começa o pagamento do abono salarial PIS/Pasep, com teto de R$ 1.045. Outro recurso que cairá na conta é o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), de também até R$ 1.045. Já o Governo do Estado antecipou no Pará a primeira parcela do 13º salário aos aposentados e pensionistas, num total de 46 mil beneficiados já a partir deste mês de junho. Além disso, outra fonte boa de renda é a restituição do Imposto de Renda. No dia 30 deste mês, pelo menos 90 mil paraenses inseridos no segundo lote receberão a grana em suas contas.

PLANEJAMENTO

Benefícios assim podem salvar famílias e se faz necessário investir nas questões mais essenciais, eleger prioridades e cortar o que for possível para render bem o dinheiro extra. Esse cuidado na hora de gerir uma renda emergencial é valioso, segundo a educadora financeira Ana Ferrari. “Os valores que o governo está disponibilizando devem ser utilizados de forma consciente. A orientação é reunir a família e pensar na elaboração de um orçamento doméstico, que pode ser feito em planilha, aplicativo ou até num caderno”, orienta.

A especialista aponta que muitas pessoas acabam criando certas dificuldades, justamente por não organizar rendas e despesas, a fim de um equilíbrio que permita ao trabalhador um auxílio eficaz e pouco oneroso ao futuro. “Coloque sua renda líquida do mês, suas despesas do mês, cada conta, e reflita se existe necessidade para tal despesa no momento. É bom evitar desperdícios, excessos e exageros. As compras precisam ser necessárias”, indica Ana Ferrari.

Nessa linha, pode-se dizer que gastos essenciais não incluem investimentos estruturais, como a reforma da casa, compra de bens materiais, entre outros. Planos que toda família tem, que tornam-se opcionais diante de um problema grave de saúde no mundo. “Não indico usar esse dinheiro com gastos desta natureza. Além do momento ser delicado, é necessário que se reflita e se renove, dentro da sua realidade. Existem investimentos que guardam sua renda em banco, corretora. Enquanto isso, foque nos gastos do momento, planeje para o próximo ano as possíveis aquisições ou reformas. É sempre bom ter o dinheiro disponível, pois o momento é incerto e a retomada da economia será lenta”, encerra a economista.

BENEFÍCIOS QUE VÃO CAIR NA CONTA

FGTS - SAQUE EMERGENCIAL DE ATÉ R$ 1.045 - Segundo a CAIXA, o calendário de pagamento do Saque Emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), autorizado pela Medida Provisória (MP) nº 946/2020, terá início no dia 29 de junho. Cerca de R$ 37,8 bilhões serão liberados para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores com direito ao saque, conforme as regras estabelecidas. De acordo com a MP, o valor do saque é de até R$ 1.045 por trabalhador, considerando a soma dos saldos de todas as suas contas do FGTS. O crédito dos valores do Saque Emergencial FGTS tem início em 29 de junho de 2020 e será realizado por meio de Conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente pela CAIXA em nome dos trabalhadores.

ABONO DO PIS/PASEP - SAQUE DE ATÉ R$ 1.045 - A partir do dia 30 de junho terá início o pagamento do abono salarial PIS/Pasep ano base 2019 com término no dia 30 de junho de 2021. Para os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), a data de pagamento é no mês do nascimento. Já para os funcionários públicos, associados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), é o dígito final do número de inscrição do Pasep. O valor do abono salarial será calculado na proporção um doze avos (1/12) do salário mínimo vigente na data do pagamento. No caso de falecimento do participante, herdeiros têm direito ao saque.

RESTITUIÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA - A Receita Federal paga na terça-feira, 30 de junho, o 2º lote das restituições do Imposto de Renda de Pessoa Física 2020, relativo ao ano-base 2019. Mais de 90 mil terão direito ao 2º lote do IRPF 2020 no Pará. As consultas podem ser feitas por meio da página da Receita na internet ou pelo telefone 146. O órgão disponibiliza, ainda, um aplicativo para tablets e smartphones para consultar as informações sobre a restituição do IR e a situação cadastral no CPF. Neste ano, o pagamento das restituições do IR estão sendo pagos antes mesmo do fim do prazo de entrega do Imposto de Renda, que foi estendido para 30 de junho por conta da pandemia do novo coronavírus. São 5 lotes, último deles em 30 de setembro.

PRIMEIRA PARCELA DO 13º - FUNCIONALISMO ESTADUAL - De forma inédita, o Governo antecipou o pagamento da metade do 13º salário dos servidores estaduais aposentados e pensionistas, que já será efetuado no mês de junho. A ação visa amenizar os danos causados pela oscilação financeira devido à pandemia da Covid-19, e também, injetar recursos na economia. A decisão é resultado de um árduo trabalho realizado pela atual gestão, graças ao planejamento financeiro e organização das contas públicas. Cerca de R$ 146 milhões serão injetados na economia do Estado com o pagamento de 50% do 13º salário dos servidores aposentados e pensionistas do Pará, do Poder Executivo. No total, serão beneficiados quase 48 mil segurados, sendo 37.475 servidores inativos e 10.429 pensionistas, que receberão aproximadamente R$ 122 milhões e R$ 24 milhões, respectivamente, já no próximo dia 26, juntamente com o pagamento dos benefícios de junho.

AUXÍLIO-EMERGENCIAL - SAQUES DE R$ 600 A R$ 1.200 - Os integrantes

do Bolsa Família começam a receber nesta quarta-feira (17) a terceira parcela

do Auxílio Emergencial do Governo Federal. Os repasses de R$ 600 a R$ 1.200 obedecem ao calendário habitual do programa, que segue até 30 de junho. Os primeiros a receber são os beneficiários com NIS final 1. Para os demais trabalhadores aprovados no programa, as datas de pagamento da terceira parcela do benefício seguem indefinidas. A segunda parcela já foi paga a mais de 51 milhões de pessoas que entraram com o pedido para receber o benefício até 30 de abril. Outros lotes de solicitações, feitos em maio, foram processados e os cidadãos começaram a receber a primeira parcela. Desses, um grupo de 4,9 milhões de novos beneficiados vai receber o Auxílio Emergencial ao longo desta semana. Serão mais R$ 3,2 bilhões em repasses.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS