Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

IGREJA CATÓLICA

Corpus Christi terá tapete de serragem simbólico, mas sem procissão

terça-feira, 02/06/2020, 08:26 - Atualizado em 02/06/2020, 08:52 - Autor: Denilson D’Almeida


| Divulgação

A tradicional procissão de Corpus Christi, que atrai mais de 25 mil pessoas para Capanema, no nordeste paraense, não será realizada este ano por causa da pandemia de Covid-19. No entanto, a montagem do tradicional tapete de serragem será mantida, mas de forma simbólica. O trabalho artístico será desenhado no salão paroquial da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, numa escala bem menor e relembrando os principais temas da festa nas últimas quatro décadas. “Será apenas uma exposição que a comunidade poderá apreciar sem fazer aglomerações”, destacou o frei Luiz Spelgatti, pároco e coordenador da festa. A celebração litúrgica será transmitida pelas redes sociais da igreja e presidida pelo da Diocese de Castanhal Dom Carlos Vezeletti. O feriado de Corpus Christi será no próximo dia 11.

Ao término da santa missa, o Santíssimo Sacramento, que é símbolo da festa, será conduzido em carro aberto até hospitais, unidades de saúde e demais instituições que estão trabalhando no enfrentamento da pandemia. Não será permitido aos fiéis acompanharem o veículo - seja em carro próprio ou motocicleta (carreata) ou a pés (em procissão). As homenagens poderão ser feitas de frente das residências, sem aglomerações de pessoas.

A procissão de Corpus Christi em Capanema faz parte, inclusive, do calendário do Ministério do Turismo. Para a igreja católica, esta solenidade marca a instituição de Jesus Cristo na Eucaristia – o Santíssimo Sacramento. Este ano a igreja matriz da cidade escolheu como tema da festa ‘Domingo e a Eucaristia. Palavra, pão, caridade e missão’. “Estávamos há um mês e meio pensando e planejando o evento. O principal desafio foi criar algo diferente, mas mantendo o sentido da fé e do que é a festividade de Corpus Christi”, comentou o frei. “Foi então que nós e a coordenação da festa decidimos que, diante deste cenário de pandemia, não teríamos o tapete de serragem na rua, mas faríamos uma exposição, uma amostra, em que a comunidade pudesse visitar sem fazer aglomerações”, afirmou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS