Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

RELIGIÃO

Igrejas e templos voltam a funcionar com 15% da capacidade

terça-feira, 02/06/2020, 08:14 - Atualizado em 02/06/2020, 09:46 - Autor: Pryscila Soares e Alexandre Nascimento


Templos de todas as religiões estão liberados para voltar a ter celebrações presenciais, mas com uma série de medidas que garantam a proteção do público. A transmissão on-line vai continuar em algumas delas
Templos de todas as religiões estão liberados para voltar a ter celebrações presenciais, mas com uma série de medidas que garantam a proteção do público. A transmissão on-line vai continuar em algumas delas | Fernando Araújo

Liberadas a funcionar, por meio do decreto 96.378 da Prefeitura Municipal de Belém, entre outras atividades, as igrejas das variadas denominações abriram as portas aos fiéis para cultos, missas e outros eventos religiosos, ontem. Apesar disso, o mesmo documento permite que apenas 15% da capacidade desses locais sejam ocupados.

Por conta disso, as igrejas católicas não tiveram grande movimentação. No Santuário de Fátima, no bairro de Fátima, por exemplo, apenas cerca de 25 comparecerem à missa da noite. “A direção do Santuário está ciente que apenas 15% do templo pode ser ocupado”, disse Gabriel Cordeiro, diretor da pastoral de comunicação do Santuário.

Para atender ao percentual de pessoas permitido, a direção do Santuário adotou medidas para manter o distanciamento dos fiéis, que inclui a demarcação nos assentos. Além disso, o chão da igreja também está demarcado, com o afastamento de um metro para os que estão na missa participarem da celebração.

Todos os 538 templos da Assembleia de Deus em Belém, incluindo o Central, permaneceram fechados por dez semanas para os cultos presenciais, devido ao início do isolamento social na capital. Durante esse período, as celebrações da igreja foram transmitidas somente pela internet e/ou tv. Com a autorização do Governo do Estado, os cultos presenciais começaram a ser retomados ontem, mas seguindo os protocolos estabelecidos pelos decretos estadual e municipal.

Na tarde de ontem, fiéis assistiram ao culto da tarde, realizado no Templo Central. No auditório com capacidade para 220 pessoas havia somente dez presentes. Ao todo, o templo possui três auditórios, sendo o principal com capacidade para quatro mil pessoas, onde são realizados os cultos às quartas e sextas-feiras à noite e aos domingos pela manhã e à noite. As demais celebrações, ao longo da semana, ocorrerão nos auditórios menores, conforme explicou o pastor do Templo Central, Philipe Câmara. “Agora estamos nos preparando para voltar, seguindo as recomendações de manter 15% da capacidade, até 200 pessoas, cumprindo o distanciamento de 1,5 m. Estamos orientando os pastores de todas as igrejas a fazerem essa medição e organizarem. Não vamos deixar de transmitir os cultos on-line, acho que isso é uma realidade”, pontuou o pastor.

A cantora Rosana Oliveira, 32, comanda os cultos da tarde ao lado do esposo, o pastor Sidval Oliveira, 33. Segundo ela, antes da pandemia, os cultos reuniam um público de 40 pessoas. Agora, além da redução de participantes, o tempo das celebrações também foi reduzido de 1h30 para 1h. São momentos de leitura da palavra, louvores e oração. Toda a programação é transmitida pela internet, para que os fiéis acompanhem de suas casas. “O culto nunca parou. Estávamos todas as tardes aqui, meu esposo e eu, para transmitir pelas nossas redes sociais. Me sinto feliz de ver as pessoas com o desejo no coração de estar presente aqui e agora farão isso aos poucos. Agora está acontecendo com os devidos cuidados, todos de máscara, tem álcool em gel na entrada e as pessoas dos grupos de risco são orientadas a ficarem em casa”, comentou Rosana.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS