Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

ANNA KAROLINE III

Seis pessoas são indiciadas por naufrágio no Amapá

quinta-feira, 28/05/2020, 07:39 - Atualizado em 28/05/2020, 07:46 - Autor: Diário do Pará


 O naufrágio ocorreu no dia 29 de fevereiro.
O naufrágio ocorreu no dia 29 de fevereiro. | Divulgação/ Governo do Amapá

A Polícia Civil do Amapá concluiu, na última segunda-feira (25), o inquérito sobre o naufrágio do navio Anna Karoline III. Seis pessoas foram indiciadas, entre comandante, dono do navio, tripulante, despachante, dois militares da marinha e o proprietário de uma segunda embarcação.

Navio Anna Karoline III será levado para Santarém. Veja fotos com detalhes da embarcação

Navio Anna Karoline III é retirado do fundo de rio

De acordo com as investigações conduzidas pela 1ª Delegacia de Polícia de Santana, o fator determinante para o naufrágio foi a sobrecarga, excedida em 70% no dia da tragédia.

O delegado à frente da investigação, Victor Crispim, detalhou que a distribuição indevida de mercadorias no convés principal causou instabilidade na embarcação, sendo fator determinante para o naufrágio. “Devido a essa e outras condições, o risco de acidente era previsto por parte do comandante. Mesmo assim, ele pouco se importou que isso viesse a acontecer”, explicou.

Além disso, uma série de outras irregularidades no navio e nas condições da viagem resultaram na tragédia. São elas: adulteração do disco de plimsoll (que mostra o nível da água e a sobrecarga ou não); a embarcação não estava autorizada a fazer a linha Santana-Santarém e Santarém-Santana; no meio da viagem, houve uma parada para abastecimento em local não apropriado e em condições climáticas inadequadas (ventos fortes e chuva); tripulante não habilitado conduzia a embarcação.

Os indiciados são acusados de crimes como homicídio doloso pelas 42 mortes; crime contra ordem econômica; falso testemunho.

INVESTIGAÇÃO

O inquérito policial será enviado à Polícia Federal, para análise do Ministério Público Federal (MPF). Os indiciados devem aguardar esse processo em liberdade.

- 93 pessoas: A tragédia ocorreu em 29 de fevereiro deste ano, no sul do Estado do Amapá.

- 42 mortes: foi o número de vidas perdidas no naufrágio, das quais 40 foram identificadas e duas continuam desaparecidas. E 51 pessoas sobreviveram.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS