Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

POLÍTICA

Alepa realiza sessão extraordinária para votar pauta extensa 

sexta-feira, 22/05/2020, 12:34 - Atualizado em 22/05/2020, 13:38 - Autor: Diário Online


| Diana Belo

A Sessão Extraordinária da última quarta-feira (20) realizada por videoconferência, reuniu de forma remota, 32 parlamentares para apreciar e votar uma pauta extensa, com 15 proposições. 

O Poder Executivo enviou três projetos para aprovação dos deputados, que tratavam do Sistema Estadual de Ensino; do Selo Fiscal de Controle de Qualidade para a comercialização de água mineral, água natural e água adicionada de sais; e uma alteração na legislação sobre acumulação ilegal de cargos, empregos e funções públicas. No entanto, os projetos foram retirados da pauta para que os parlamentares se aprofundassem nas propostas antes de Indicativo de Projeto de Lei.

Belém com transparência "péssima" e aumento da covid no Marajó estão no RD de hoje

Saiba o que fazer se auxílio emergencial for negado

A deputada Diana Belo, apresentou um projeto sobre “Remédio em Casa”, que tem como objetivo a distribuição dos medicamentos nas residências durante a pandemia da Covid-19. Inicialmente o projeto teve parecer contrário da Comissão de Constituição e Justiça da Alepa, e por isso foi transformado em Projeto de Indicativo de Lei e aprovado em plenário. Agora o projeto deve ser encaminhado ao Governo do Estado.

Resolução

De autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro, o Projeto de Resolução  nº 4/2020, que altera o Regimento Interno para dispor sobre a criação, no âmbito da Assembleia Legislativa, da Comissão Permanente em Defesa da Primeira Infância, Criança e Adolescente foi o primeiro ponto da pauta a abrir os debates.

“O intuito é aprofundar o debate sobre a garantia de um futuro melhor das crianças e adolescentes no Pará. O Poder Legislativo vai acompanhar, fiscalizar e fazer as diligências nos municípios juntos aos órgãos que já existem de enfrentamento à violência contra a Criança e Adolescente. Vale dizer que O Estatuto da Criança e Adolescente é uma Lei Federal que completa 20 anos este ano, me refiro ao ECA. Um dos nossos principais objetivos neste trabalho é estar em consonância com o Estatuto da Criança e Adolescente”, disse a deputada Nilse Pinheiro.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS