Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SOLIDARIEDADE

Hospital destaca a importância da doação de leite durante a pandemia

terça-feira, 19/05/2020, 09:29 - Atualizado em 19/05/2020, 08:29 - Autor: Com informações da assessoria


| Divulgação/HMIB

Na semana do Dia Nacional e Mundial da Doação de Leite Humano, lembrado no dia 19 de maio, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB) evidencia a necessidade e importância da doação neste período de pandemia no país, devido ao novo coronavírus (Covid-19).

A doação de leite humano é essencial no auxílio às mães com dificuldade de acesso até a capital do Pará, já que a unidade fica a mais de 100km de distância de Belém. Por meio da doação, os estoques do banco de leite humano são reabastecidos auxiliando outras mulheres e crianças em uma rede de amor e solidariedade.

No Materno-Infantil de Barcarena, unidade do Governo do Pará e gerenciado pela Pró-Saúde, além da coleta de leite humano, a unidade também é responsável pela pasteurização e distribuição do alimento aos bebês internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O leite é fornecido, principalmente, aos bebês prematuros, de baixo peso ou portadores de patologias.

**Qual a importância da doação?**

Na doação de leite humano, a doadora também é beneficiada. Os sintomas da mama cheia são aliviados, a produção do leite para o seu próprio bebê se mantém e até protege a mama de problemas, como o ingurgitamento mamário e mastite, além de aumentar a autoestima da mulher por auxiliar outras mulheres.

A data do 19 de maio foi escolhida devido assinatura da 1ª Carta de Brasília, como marco histórico da criação da Rede de Bancos de Leite Humano - rBLH - em 23 países, seguindo o modelo brasileiro que é a maior rBLH no mundo.

“Eu sei que a doação é um ato solidário, pois vai ajudar outros bebês que estão precisando. Eu tenho bastante leite, eu posso dar esse leite ao meu filho e meu leite ajudará na proteção e na imunidade de outros bebês que não podem receber leite de suas mães ou que não podem ir até Belém”, afirma Luciana Alves, doadora que vive no município de Tomé Açu, nordeste do Pará, e acompanha seu bebê recém-nascido no HMIB.

Desde a inauguração do Banco de Leite no Materno-Infantil, mais de 1.460 mulheres já receberam orientações sobre doação de leite e amamentação exclusiva. Durante todo o ano, os profissionais de saúde na unidade propagam ações educativas, rodas de conversas, campanhas e atividades lúdicas para sensibilizar mulheres, que estejam em fase de amamentação, a se tornarem doadoras.

“As mães recebem toda as orientações e são avaliadas pela nossa equipe. Queremos destacar a importância de doar de forma segura e responsável. Esse ato salva vidas”, ressalta Danielly Silva, nutricionista e coordenadora do Banco de Leite no Materno-Infantil.

Todas as ações de doação no HMIB ocorrem individualmente e atendem as normas de segurança dos órgãos de saúde. As doadoras ainda recebem todas as orientações necessárias para a segurança e higiene durante a pandemia.

O Materno-Infantil de Barcarena é uma unidade referência em média e alta complexidades para 11 municípios do Baixo Tocantins, sendo o público-alvo mulheres gestantes e recém-nascidos.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS