Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

OPORTUNIDADE

Isolamento social: tempo de ensinar e aprender nas redes sociais

segunda-feira, 06/04/2020, 12:10 - Atualizado em 06/04/2020, 12:40 - Autor: Bruna Dias


Ana Teonila Américo Rosa - Estilo Brunch
Ana Teonila Américo Rosa - Estilo Brunch | WhatsApp

Deixar o egoísmo de lado e praticar a empatia, é um dos grandes desafios diante da pandemia. Muitas pessoas estão sem poder exercer a sua profissão 100%, e tem usado as redes sociais para divulgar os seus trabalhos.

Número de casos dispara em Belém e Pará agora possui 102 infectados por coronavírus

Indo além da publicidade, algumas pessoas estão ensinando os seus ofícios. Com o suporte de vídeos no Instagram, muitos profissionais estão tendo a oportunidade de dividir suas habilidades com os seguidores.

Mesmo que a regra seja: não empreenda! Porque não abrir os horizontes para que o pós crise seja criativo e com a possibilidade de um extra?

Como se manter equilibrado em quarentena, com internet e ofertas de diversos produtos?

Ovos de Páscoa: profissionais driblam crise e inovam em tempos de pandemia

Ficar em casa é “oportunidade de reaprendermos a conviver”; Confira as dicas do que fazer

“A sensação de ajudar o próximo é fantástica! Temos diversos sentimentos positivos quando auxiliamos as pessoas como fazer a diferença na vida de alguém: gratidão, aprendizado, fortalecimento. É justamente quando auxiliamos o próximo que conseguimos visualizar grande sentido nas atividades que fazemos, pois percebemos o quanto nossas atividades são capazes de mudar a vida das pessoas”, explicou Diana Nobre, psicóloga de crianças e adolescentes.

Essa é a mesma sensação que Christian Pacheco, designer de balões, sente. O jovem que faz arte em balões sempre divide com os seguidores truques e dicas incríveis. “Eu me sinto uma pessoa muito feliz ao dividir com o público a minha profissão. Como ministro cursos pelo Brasil, percebo que isso ajuda muita gente. Mostrar os bastidores de cada montagem é uma alegria, pois o aluno e cliente vê a mágica acontecer”, explicou.

É exatamente isso que foi citado pela psicóloga que Ana Teonila Américo Rosa sente. A empreendedora pode despertar o olhar e o paladar de quem vê as maravilhas que ela é capaz de fazer. Além de incentivar as pessoas, Ana ainda dá dicas valiosas em como usar sua arte em casa ou evento social.

“Quando divido minhas técnicas nas redes sociais, as pessoas passam a ter mais contato e identificação comigo ao repassar algum conhecimento. E hoje, o que eu faço é, em grande parte, um resultado do que as pessoas me indicam pra melhorar. A Estilo Brunch não era assim há dois anos atrás. Então, essa troca é necessária”, analisou.

 

A empresa de Ana é especializada em boxes e tábuas frios no estilo Grazing Food, que é uma forma de apresentação, que significa comida esparramada, sempre tendo como princípios a informalidade, receber bem e criatividade.

Já falamos sobre o prazer que o ser humano sente em ajudar e todas as sensações que essa empatia traz, mas e para quem recebe? Como a pessoa se sente ao identificar essa troca?

“As pessoas que são beneficiadas, por sua vez, também se sentem muito felizes, gratas e acima de tudo mais seguras, pois notam que estão sendo bem orientadas e acolhidas. Afinal, por meio da tecnologia, mesmo distante fisicamente, sentem-se pertinho das pessoas que se preocupam com elas”, destacou Diana.

“Somos seres sociais e quando colocamos nossas habilidades em prol do outro ganhamos muita energia com isso! Todo mundo pode contribuir de alguma forma, afinal todos nós temos muitos talentos! Basta que cada pessoa olhe de que maneira pode contribuir”, acrescentou a psicóloga.

Diana Nobre,  Psicóloga de crianças e adolescentes - @psicologadiananobre
Diana Nobre, Psicóloga de crianças e adolescentes - @psicologadiananobre
 

Diana também trabalha diretamente com essa questão, ela desenvolve atividades com os pais para serem realizadas com os filhos através do Treinamento Parental.

“Pra mim, enquanto profissional, é uma grande satisfação orientar como eles devem realizar as atividades em casa. Os pais se sentem, com certeza, mais seguros diante das orientações que são fornecidas e mais confiantes para ajudar seus filhos”, finalizou.

Diante da pandemia e da impossibilidade de exercer sua profissão, o publicitário Brenno Vale também tenta se reinventar. Ele deixou de lado a concorrência e tentou unir o maior número de pessoas para arrumar estratégias em tempos difíceis e no pós, que também não será fácil.

Especialista em live marketing, setor responsável por eventos, ele viu seu ramo sumir diante da pandemia, mas tenta com o coletivo sair da crise de uma forma mais leve.

O DOL também quer despertar essas habilidades em você, use as redes sociais de forma saudável! Se aproxime das pessoas que você ama, mas também use para expandir horizontes profissionais. Se liga nas dicas de empreendedores e profissionais do ramo que você tem mais afinidade e aproveite para exercitar o que é aprendido!

E claro: fique em casa!

Veja outras dicas para ajudar você:

Ver essa foto no Instagram

Um pouquinho mais da receita postada recentemente no feed .

Uma publicação compartilhada por Chef Igor Pires (@chefigorpires) em

Ver essa foto no Instagram

Burguer de pastel da B

Uma publicação compartilhada por Bruna Leão (@bwleao) em

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS