Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

FUNDO ESPERANÇA

Pará: governo oferece empréstimos para micros e pequenos empreendedores

terça-feira, 24/03/2020, 13:47 - Atualizado em 24/03/2020, 13:47 - Autor: Com informações da Agência Pará


Os empréstimos têm taxa de juros de até 0,2%
Os empréstimos têm taxa de juros de até 0,2% | Marcello Casal jr/Agência Brasil)

O Fundo Esperança, programa de crédito lançado pelo Governo do Pará para minimizar o impacto econômico provocado pela pandemia de Covid-19, abre as inscrições nesta terça-feira (24). Os micro e pequenos empreendedores que tiverem interesse no empréstimo devem se cadastrar no site

O programa, aprovado pela Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) na última sexta-feira (20), vai oferecer créditos de até R$ 15 mil a empresários, com juros de 0,2%, carência de 90 dias e 36 meses de prazo para pagamento, que vão aquecer o setor econômico paraense nesse período de isolamento e menor fluxo do comércio, segmento que mais gera emprego no Estado. O governo do Estado destinou R$ 100 milhões para essa linha de crédito.

O Fundo Esperança será gerenciado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), e operacionalizado pelo Banpará, em parceria com o Sebrae-Pará (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). O secretário Adler Silveira, da Sedeme, disse que a "ideia é que os beneficiários entrem no site e façam seu cadastro. A partir disto, haverá atendimento do Banpará, que emitirá um cartão para que as pessoas possam ir ao banco ou caixa eletrônico fazer o saque desse valor".

O titular da Sedeme ressaltou, ainda, que outras modalidades estarão incluídas, para que a economia do Estado continue aquecida enquanto o governo trabalha para superar a crise causada pela Covid-19. "Teremos outra linha de crédito direcionada para folha de pagamento, com o valor de até R$ 50 mil, com taxa de 1%, 60 dias de carência e 36 meses pra amortizar o empréstimo. O objetivo é a manutenção dos empregos dos paraenses", explicou Adler Silveira.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS