Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

RECOMENDAÇÕES

Detran emite alerta sonoro para pedir à população que fique em casa

domingo, 22/03/2020, 13:46 - Atualizado em 22/03/2020, 13:47 - Autor: Agência Pará


As ações fazem parte de uma força-tarefa para conter o avanço do coronavírus
As ações fazem parte de uma força-tarefa para conter o avanço do coronavírus | Detran/Pará

A principal recomendação para conter o avanço da pandemia de Covid-19 é evitar a circulação e aglomeração de pessoas. O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) se une às medidas já implementadas pelo governo do Estado com a criação de uma força-tarefa de fiscalização, que está percorrendo várias ruas com um alerta sonoro, orientando a população a ficar em casa, a fim de diminuir o risco de contaminação.

"População paraense, a luta é de todos nós. Precisamos que voltem às suas casas. A sua participação é fundamental. Estaremos nas ruas garantido a segurança de vocês", diz um trecho da mensagem sonora emitida pelas viaturas que circulam por ruas da Região Metropolitana de Belém.

O coordenador de Operações do Detran, Ivan Feitosa, explica que a iniciativa pretende atingir todas as regiões do Estado. "Estamos empenhados em resguardar a saúde da população. Por isso, estamos nas ruas atuando de forma contínua e incansável, através de alertas sonoros sobre a importância do isolamento social, para o bem-estar de todos os paraenses", ressalta o gestor.

A Operação Patrulha, como foi denominada a ação dos agentes, ocorre de forma integrada com os demais órgãos de segurança pública, de acordo com o Decreto Estadual nº 609/2020, e prioriza pontos onde há concentração de pessoas e veículos, levando orientações de enfrentamento à pandemia.

Na noite de sábado (21), um flagrante foi registrado em um bar, localizado na Avenida João Paulo II, em Belém. O Ciop (Centro Integrado de Operações) foi acionado para atender a ocorrência. As pessoas foram abordadas e receberam orientação para retornarem às suas residências.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS