Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

SOLIDARIEDADE

Mangueirão começa a receber doações para moradores em situação de rua

domingo, 22/03/2020, 10:58 - Atualizado em 22/03/2020, 12:44 - Autor: Savia Moura


| Reprodução/Twitter

O governador Helder Barbalho anunciou ontem (21), uma campanha para abrigar moradores em situação de vulnerabilidade da Grande Belém no Estádio Edgar Augusto Proença, o Mangueirão. A medida é para ajudar na prevenção da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Pará: Mangueirão será usado para abrigar pessoas em situação de rua

Coronavírus: campanha arrecada kits de prevenção a moradores de rua em Belém

"Escolhemos o Mangueirão porque possui estrutura, banheiros, chuveiros e vestiários, além de ser um espaço amplo que nos permite descentralizar o maior número de pessoas", explicou o governador, durante a coletiva.

Nas redes sociais, o governador agradeceu alguns colaboradores que já começaram a enviar as doações para no estádio. Uma rede de supermercados doou mil cestas básicas e materiais para higiene. Eles também estão disponibilizando suas lojas como ponto de arrecadação de doações.

Helder está a caminho do estádio para acompanhar e vistoriar pessoalmente a entrega dessas doações.

Uma loja de departamentos doou 1000 colchões e 1000 travesseiros que serão usados pelas pessoas em situação de vulnerabilidade.

A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) é o órgão responsável pelo cadastramento e o encaminhamento dessas pessoas.

Como ajudar? 

As doações podem ser entregues no portão B2 do Estádio Edgar Augusto Proença, o Mangueirão. Que está aberto desde as 9h de hoje (22).

Itens de higiene e uso pessoal, cama, mesa e banho e alimentos não perecíveis podem ser doados.

Interior do Estado

De acordo com o governador Helder Barbalho, ações no interior do estado também estão sendo pensadas. O Centro de Convenções de Marabá e a estrutura do Estádio Municipal Colosso do Tapajós, o Barbalhão, em Santarém,  por exemplo, serão usados como ponto para arrecadação.

As prefeituras no interior do estado estão sendo orientadas à arrecadar e acolher doações para pessoas em situação de vulnerabilidade. 



A medida faz parte das ações de combate ao novo Coronavírus (Covid-19).
| Reprodução/Twitter
| Reprodução/Twitter

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS