Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

DOL AJUDA

Professora pede ajuda financeira para realizar tratamento contra câncer 

quinta-feira, 19/03/2020, 15:45 - Atualizado em 19/03/2020, 21:14 - Autor: Paloma Lobato


A professora foi diagnosticada com câncer nos ossos e no tórax.
A professora foi diagnosticada com câncer nos ossos e no tórax. | Reprodução/Arquivo pessoal

A luta contra o câncer não é nada fácil. Tudo se torna ainda mais difícil quando o paciente não tem condições financeiras para manter o tratamento. Um exemplo disso é o caso da professora Shirleia Carla Araújo Barbosa Alves, de 39 anos, que está em busca de ajuda para realizar o tratamento de um câncer grave. 

Essa não é a primeira vez que Shirleia enfrenta a doença. Em 2014, ela foi diagnosticada com um câncer de mama. Após passar por quimioterapia, ela conseguiu a cura. Porém, neste ano, ela recebeu a notícia de que a doença havia voltado e de forma bem agressiva. A professora, que tem um filho autista de apenas 12 anos, recebeu um novo resultado e, dessa vez, o câncer avançou para uma metástase nos ossos e tórax. 

"Venho através dos meios de comunicação pedir apoio, corrente de orações e ajuda financeira para que eu possa lutar contra esta doença silenciosa e agressiva mais uma vez, pois eu luto não somente por mim, mas especialmente pelo meu filho que tem apenas 12 anos e tem autismo leve e precisa muito de mim ao lado dele ainda", explica Shirleia.

Além das medicações que a professora precisa tomar, a preocupação com uma alimentação saudável se tornou prioridade. Outro fator são os gastos com o transporte da paciente, que precisa se locomover de Ananindeua, onde Shirleia reside, até Belém, para as sessões de quimioterapia. Sem condições de arcar com todas as despesas, Shirleia pede ajuda para manter o tratamento. 

"Eu deixei a vergonha e o orgulho de lado para pedir ajuda, pois não tenho mais a quem recorrer e conto com a colaboração de todos", pede a professora. 

Para tentar ajudar a paciente, amigos e familiares criaram uma vaquinha online para conseguir o valor necessário para custear o tratamento. A meta é arrecadar R$ 72 mil para pagar as despesas ao longo do tratamento.

Quem tiver interesse em ajudá-la pode depositar a doação na conta bancária da professora ou pode contribuir através da vaquinha online

Dados da conta:

Shirleia Carla Araújo Barbosa Alves

Caixa Econômica Federal

Agência 1314 - Operação 013

Conta Poupança: 25511-6

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS